Indústria de Fiagro cresceu 40% em 2023

52

A indústria de Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais (Fiagro) obteve crescimento de 40% no primeiro semestre de 2023, comparado ao crescimento médio de 5% do mercado, alcançando a R$ 14,70 bilhões de patrimônio líquido em junho/23. O tema é destaque na terceira edição do Boletim CVM do Agronegócio, elaborado pela Superintendência de Securitização e Agronegócio (SSE) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

“Ainda há muito espaço para o agronegócio no Mercado de Capitais, e o crescimento do Fiagro demonstra essa oportunidade, visto que, enquanto a média de aumento do mercado foi de 4,82%, a do Fiagro chegou a 40%. Os números mostram que esse fundo de investimento representa fonte alternativa de financiamento ao agronegócio brasileiro, além de ampliar as possibilidades de diversificação para o público em geral”, diz Bruno Gomes, Superintendente de Securitização e Agronegócio (SSE/CVM).

“A CVM vem estimulando o uso do Mercado de Capitais a este setor, como ferramenta alternativa de financiamento. E o movimento de ter uma Superintendência dedicada ao tema do Agronegócio é mais um passo importante nesta missão, inclusive como forma estruturada de dialogar com o setor”, frisa Gomes.

O mercado de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) teve aumento de 6%, percentual acima do crescimento médio do mercado, somando R$ 101 bilhões em carteira na data-base de junho/2023.

Espaço Publicitáriocnseg

A CVM tem reforçado que o lugar do agronegócio é no mercado de capitais. Alinhada a este propósito, a SSE passou a ser também a Superintendência de Agronegócio da autarquia, focada neste segmento que tem ganhado força, como demonstram os números do Boletim do Agronegócio.

Novidade

A partir desta edição, o Boletim do Agronegócio conta com dashboard interativo, que apresenta a evolução do mercado no período analisado, além de detalhamento dados sobre Fiagro e CRA. Em breve, também estarão disponíveis no documento informações sobre ofertas no âmbito do agronegócio. Acesse a nova edição do Boletim CVM do Agronegócio e o painel interativo do período (https://www.gov.br/cvm/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/boletins/boletim-cvm-agronegocio/boletim-agro-3-jun23.pdf).

“A CVM tem trabalhado para priorizar a agenda do agronegócio como um compromisso institucional. Inclusive, promover acesso dos produtores rurais ao Mercado de Capitais é uma das ações que compõem o que temos chamado de Open Capital Markets – Mercado de Capitais Aberto -, que tem como foco a democratização, inclusão e modernização do nosso mercado. Ainda neste âmbito, a regulação específica do Fiagro está na Agenda Regulatória 2023 da CVM e deve ser divulgada em breve. Esperamos, com isso, que o agronegócio conheça e se reconheça cada vez mais dentro do Mercado de Capitais”, frisou João Pedro Nascimento, presidente da CVM.

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui