Indústria do mundo

O crescimento do consumo de aço pela China em um mês é igual ao do Brasil em dois anos. Os chineses, a cada dois anos, constróem o equivalente a uma siderúrgica norte-americana. “É impressionante”, afirmou o economista Raphael Biderman, analista do Bradesco Research e para quem o Brasil é um dos principais alimentadores do dragão chinês. “Isso é bom para Vale, para Usiminas, para CSN, para Gerdau e outras”, avalia.

Não paga
“A Petrobras não vai pagar o preço que eles querem.” A afirmação foi feita, terça-feira, na abertura da Riopipeline, pelo diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, ao ser perguntado sobre o impasse jurídico causado por uma liminar que impede a finalização das obras do Gasoduto Campinas-Rio, orçado em US$ 300 milhões e previsto para ser concluído em novembro. O gasoduto passa pelas terras do advogado Maurício Barcelos, dono de 20 alqueires em Pirangaí, na divisa entre Rio e São Paulo.  Só restam cerca de 630 metros para terminar a obra:
“Nós já estamos recorrendo e a Advocacia Geral da União (AGU) está conosco. O preço será o que a Justiça mandar. Depende do valor que o perito estipular. Só faltam 600 metros. Está tudo pronto. Agora, só é uma questão de preço. Ele quer mais do dobro do valor”, destacou Duque, acrescentando que o término da obra está previsto para 45 dias a 60 dias.

História amazônica
A história da construção da usina hidrelétrica de Samuel pode ajudar a entender porquê a Odebrecht utiliza tantos recursos – como acordos de exclusividade e liminares na Justiça – para ganhar o leilão para construção da usina de Santo Antônio, no Rio Madeira. Samuel fica no Rio Jamari, afluente do Madeira. Numa região quase plana, o lago da hidrelétrica atingiu dimensões amazônicas. Para reduzir a inundação, foram construídos dois diques, de 45km cada. A água insistia em passar pelas barragens e a solução foi injetar concreto em toda a base dos diques. A obra começou em 1982 e, prevista para durar quatro anos, só foi concluída 14 anos depois. A empreiteira responsável pela construção da hidrelétrica foi a Odebrecht, que levou também as obras para fazer os diques e a injeção de concreto. As usinas de Santo Antônio e Jirau devem custar a bagatela de R$ 23 bilhões.

Madeira
Para reduzir a inundação, as usinas de Santo Antônio e Jirau utilizarão turbinas do tipo bulbo. Esse tipo de equipamento, porém, nunca foi utilizado num empreendimento desse porte. Especialistas do setor questionam: qual será a dimensão das turbinas? E o custo delas?

Tarifa
O custo de geração e transmissão (2,7 mil km) de energia no Rio Madeira é estimado por analistas do setor em R$ 186/MWh. O valor seria igual ao de Angra 3. Já a usina de Belo Monte, na mesma região, conseguiria um custo de geração e transmissão (500km) de apenas R$ 43.

Potência
Em 1979 – época em que a engenharia civil mandava, e engenharia financeira era um termo ainda inexistente – a Eletrobrás elaborou um estudo estimando o potencial hidrelétrico da Região Amazônica em “65.700 MW médios de energia firme”. Os estudos eram ainda preliminares e a potência real, provavelmente, supera em muito essa estimativa. Não existia, então, o lobby para construção de termelétricas. O grupo de trabalho que coordenou o estudo era integrado, entre outros, por Luiz Oswaldo Norris Aranha – que viria a presidir a cariocas Light – e Mário Kertesz – ligado a ACM, ex-diretor da Eletrobrás e ex-prefeito de Salvador.

Manda quem pode
Em polvorosa está uma diretora de estatal. Ela determinou o retorno de um funcionário que estava em Brasília. Acontece que agora este empregado está cotado para assumir a presidência da empresa. Dois emissários foram enviados – sem sucesso – para tentar desfazer o “mal entendido”.

Urgência
Os professores Bautista Vidal e Adriano Benayon participam, nesta quinta-feira, às 18h, no Canal 8 da NET, do programa Ponto de Vista. Na pauta, a urgência do debate sobre “um verdadeiro projeto nacional”.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Efeito irisih coffee”
Próximo artigoBaixaria

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...