Indústria do Rio perdeu dobro de empregos da nacional

Candidata à Firjan apresenta números da deterioração financeira da entidade.

Mais um candidato à presidência da Federação das Indústrias do Rio (Firjan) lança seu programa. Depois de Mauro Campos, presidente do Sinduscon Sul Fluminense (Sindicato da Construção), agora é a vez de Angela Costa, presidente da Associação Comercial (ACRJ) e do Sindicato da Indústria de Papel e Papelão no estado (Sinpapel).

Angela começa assinalando que “a grande maioria das empresas não tem percebido a presença da Federação na defesa dos interesses que importam à indústria fluminense”. A indústria do Rio perdeu 268 mil postos de trabalho entre 2014 e 2018, “uma redução inimaginável de 32%, quase o dobro do Brasil (17%), afetando a arrecadação compulsória do Sesi e Senai”, alerta a candidata.

Embora reconheça que a extinção da contribuição sindical afetou receita de sindicatos e da Firjan, Angela destaca que a situação financeira da Firjan deteriora-se há cinco anos. “A receita do Sesi/Senai no último mandato do atual presidente caiu 26% em termos reais. O saldo em caixa de nossas instituições diminuiu 25%. E o Patrimônio Líquido teve seu valor reduzido em 33%!”

Precisamos trazer de volta aquele espírito transformador, que entusiasma e une a todos que desejam cooperar para termos uma Firjan mais eficiente e presente, mais efetiva no cotidiano das empresas”, conclama Angela Costa.

 

Marcha virtual

A Frente pela Vida realizará nesta terça a #MarchaPelaVida. O objetivo é ocupar as redes com atividades que reforcem a importância de defender a ciência, o SUS, a solidariedade e a democracia: valores fundamentais para garantir a vida e a saúde de todos os brasileiros e enfrentar a pandemia de coronavírus. Haverá tuitaço às 12h, painel unificado às 13h e ato político às 16h.

Às 9h, a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) receberá o seminário da Rede em Pesquisa à Atenção Primária à Saúde (Rede APS/Abrasco) “Experiências de fortalecimento da Estratégia Saúde da Família para o enfrentamento da Covid-19: o que podemos aprender?”, na TV Abrasco, no Youtube.

 

O que é ruim a gente esconde

Bolsonaro poderia dar destaque a seus informes de “inteligência”, de que tanto alega necessitar. Por exemplo, o levantamento da Abin sobre subnotificação de casos de Covid-19. Em Minas Gerais, o número de casos suspeitos ao final de abril era 30 vezes maior do que o de confirmados. Enquanto isso, as mortes por Síndrome Respiratória Agura Grave (SRAG) cresceram 648% em relação ao mesmo mês de 2019.

Esses números poderiam ser repassados ao 01, que representou ao MP pedindo investigação sobre as notificações de mortes por coronavírus.

 

Não posso respirar

Estados Unidos (ou, de forma mais ampla, sistema financeiro internacional), tirem o joelho dos pescoços do resto do mundo! Não podemos respirar!

 

Rápidas

A OAB Nacional promoverá nesta terça-feira, às 17h, live no Youtube para discutir a “Tributação dos Árbitros”, no Youtube *** Às 18h, a especialista em desenvolvimento de pessoas e líderes Ana Paula Alfredo realiza a live “O líder tem que saber tudo?”, no canal Agrégat do Youtube *** “O que esperar do mercado de ações no 2º semestre, pós-pandemia” será o tema abordado na live também nesta terça que terá como protagonistas o fundador da Guepardo Investimentos, Octávio Ferreira, e o sócio fundador da iHUB Investimentos, Paulo Cunha. Às 17h30, no instagram @paulocunhaihub *** Também nesta terça, a partir das 18h, bate-papo virtual com Lyza Oliv e Vanessa Teixeira sobre “Os desafios da direção de fotografia e produção de moda”, no YouTube *** A Aasp promoverá nesta terça, às 14h, o webinar gratuito “A utilização das mídias e do Direito Penal como eventuais catalisadores das crises democráticas”, com advogados e o jornalista Reinaldo Azevedo. Inscrições aqui. E às 17h, o“Teoria do adimplemento substancial na pandemia”. Inscrições aqui *** No próximo dia 16, a doutora em Educação pela PUC-Rio Andrea Ramal será uma das palestrantes do Congresso “De Repente, Professor Online”, promovido pelo GEN Educação *** A EdUerj dá início a sua campanha de captação de originais para publicação, em todas as áreas do conhecimento. Mais detalhes aqui.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...