Inflação da construção cai para 0,09% em maio

Seis capitais tiveram desaceleração: Salvador, BH, Recife, Rio, Porto Alegre e São Paulo; Brasília apresentou acréscimo.

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) subiu 0,09% em maio, percentual inferior ao apurado no mês anterior, quando a taxa foi de 0,49%. A taxa do índice relativo a materiais, equipamentos e serviços variou 0,18% em maio, ante 0,67% em abril. O índice referente à mão de obra variou 0,01% em maio, após subir 0,33% em abril.

No grupo materiais, equipamentos e serviços, a variação correspondente a materiais e equipamentos foi de 0,20%, contra 0,71% no mês anterior. Três dos quatro subgrupos componentes apresentaram decréscimo em suas taxas de variação, destacando-se materiais para estrutura, cuja taxa passou de 1,00% para 0,05%.

A variação relativa a serviços passou de 0,53% em abril para 0,09% em maio. Neste grupo, vale destacar o recuo da taxa do item aluguel de máquinas e equipamentos, que passou de 0,71% para -0,42%.

O índice referente à mão de obra variou 0,01% em maio. No mês anterior, este grupo apresentou taxa de 0,33%.

Seis capitais apresentaram desaceleração em suas taxas de variação: Salvador, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo. Em contrapartida, Brasília apresentou acréscimo em sua taxa de variação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Em um ano, Brasil perdeu 1,2 milhão de empresas

Entre abril de 2021 e o de 2022, Ltdas. e S/As foram as que mais fecharam; MEIs, apesar da proliferação, caíram 7,2% no período.

Preço dos medicamentos recuou 0,74% em julho

Após avançar 1,32% em junho, queda mensal observada foi inferior à variação do IPCA/IBGE.

Vestuário e calçados têm desempenho positivo entre redes de moda

Dia dos Pais impulsionou desempenho do setor; mercado de roupas usadas pode ultrapassar varejo de moda em 2024.

Últimas Notícias

Produtos verdes e inteligentes são destaques na Expo da Rota da Seda

Uma variedade de produtos verdes e produtos inteligentes estão em exibição na Sexta Exposição Internacional da Rota da Seda em Xi'an,na China.

Delta do Rio Yangtzé impulsiona integração por meio de digitalização

O Delta do Rio Yangtzé da China, um dos centros econômicos do país, está acelerando a sua transformação digital e fazendo novos progressos com base nas redes 5G.

Fux suspende decisão que tornava Eduardo Cunha elegível

Com isso, ex-presidente da Câmara não poderá se candidatar.

Em um ano, Brasil perdeu 1,2 milhão de empresas

Entre abril de 2021 e o de 2022, Ltdas. e S/As foram as que mais fecharam; MEIs, apesar da proliferação, caíram 7,2% no período.

Rio restabelece parte dos serviços hackeados

Sistemas fazendários continuam fora do ar.