Inflação para famílias de baixa renda tem alta de 0,54% em novembro

O Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda apontou alta de 0,54% para as famílias de renda mais baixa, até R$ 1.643,78 por mês, em novembro. Para as famílias de maior poder aquisitivo, com renda domiciliar maior que R$ 16.442,40, a alta foi de 0,43% no mesmo mês. Os dados foram divulgados, hoje, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Cerca de 70% da alta inflacionária registrada entre as famílias mais pobres se explica pela variação de preços nos grupos de alimentação e habitação, com reajuste de 8,1% nas carnes e 2,2% nas tarifas de energia elétrica – com a mudança da bandeira tarifária de verde para amarela.

"No caso das famílias mais ricas, embora o reajuste das carnes e da energia também tenha pressionado suas taxas de inflação, o menor peso desses itens em sua cesta de consumo acaba por aliviar seus impactos altistas", disse o Ipea. Em contrapartida, os aumentos de 0,78% no preço dos combustíveis, de 4,4% nas passagens aéreas e de 24,4% nos jogos lotéricos foram os que mais pressionaram a inflação nas classes mais altas.

No acumulado em 12 meses encerrados em novembro, todos os segmentos de renda tiveram elevação inflacionária, sendo de 3,40% para a faixa de renda muito baixa e de 3,26% para as famílias de renda alta.

O Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda é calculado mensalmente, com base nas variações de preços de bens e serviços disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Agência Brasil

Artigos Relacionados

Inspeção resgatou 942 trabalhadores análogos à escravidão em 2020

Desde 1995 são mais de 55 mil resgatados e mais de R$ 109 milhões recebidos a título de verbas salariais e rescisórias.

SP: custo de vida de família baixa-renda subiu 6,54% em 2020

Inflação dos alimentos pesou muito mais no bolso das classes E e D do que nas de rendas mais altas, segundo Fecomércio-SP.

Rio começa nova fase de vacinação contra Covid

Expectativa da prefeitura é vacinar 66 mil pessoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

EUA: bens duráveis avançaram abaixo do esperado

Segundo analista, encomendas excluindo-se transportes surpreenderam positivamente e teve revisão altista na leitura anterior.

Mercado aguarda Fomc e estímulo nos EUA

No Brasil, receio fiscal e incertezas quanto a vacinação contribuíram para que a Bolsa não suportasse as máximas do dia.

NY à espera de balanços da Apple, Boeing e Facebook

Índices futuros das Bolsas nova-iorquinas estão operando mistos à espera de mais balanços trimestrais de grandes empresas dos EUA.

Rio começa nova fase de vacinação contra Covid

Expectativa da prefeitura é vacinar 66 mil pessoas.

Congresso encerra recesso e encara votação do orçamento

Eleições das mesas diretoras do Senado e da Câmara serão realizadas dia 1º.