Infracommerce concluiu seu IPO na B3

A Infracommerce (ticker IFCM3), empresa de soluções digitais para e-commerce do Brasil em nível de serviço, concluiu nesta terça-feira sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A empresa é uma investida da Iguatemi, dentro do seu programa de investimento em venture capital.

Na segunda-feira (3), depois de desistir da sua oferta de ações, com investidores pressionando para baixar o preço da ação em sua oferta inicial, a Infracommerce voltou atrás e precificou o papel em R$ 16, movimentando R$ 870 milhões em sua oferta inicial de ações. A oferta contemplou a emissão primária de 54.375.000 ações ordinárias, podendo ser acrescida de lote suplementar de 8.156.250 papéis em até 30 dias. O capital social da Infracommerce passa a ser de R$ 942.129.936.

As ações da empresa passaram a ser negociadas na B3, com o código IFCM3. A empresa de soluções digitais para e-commerce teve prejuízo de R$ 2,312 milhões em 2020, mas melhorou o resultado em relação às perdas de R$ 7,888 milhões de 2019. O Ebitda da companhia somou R$ 20,793 milhões, quase 2,4 vezes maior que em 2019. A receita líquida cresceu mais de 70%, chegando a R$ 235,933 milhões.

“Desenvolvimento da governança corporativa, confiança e credibilidade no mercado, ganhos de reputação, enfim, há várias ‘belezas’ associadas ao IPO. Uma dessas belezas é a visibilidade. Toda companhia que abre seu capital se torna automaticamente conhecida pelo público, pelos investidores. Se você fez uma compra online – hábito que foi de certa forma impulsionado pela pandemia – certamente você já foi impactado positivamente pelo trabalho da Infracommerce. Com a estreia da Infracommerce na B3, abre-se agora a oportunidade de ampliar essa interação via mercado de capitais”, comentou Gilson Finkelsztain, presidente da B3.

Inovações

“O IPO é definitivamente um marco na história da Infracommerce, mas não a linha de chegada. Assim como os alpinistas a caminho do monte Everest comemoram sua chegada ao primeiro base camp e usam este momento para se fortalecer e ir mais alto, a Infracommerce considera a abertura de capital na Bolsa de Valores do Brasil uma conquista e, ao mesmo tempo, uma oportunidade para investirmos em inovações, tecnologias e aquisições estratégicas para irmos ainda mais longe” comemorou Kai Schoppen, CEO da Infracommerce.

A oferta pública da Infracommerce teve coordenação do Itaú BBA (Coordenador Líder), do BTG Pactual, do Goldman Sachs e do Morgan Stanley (Coordenadores da Oferta). O escritório de advocacia Mattos Filho e Cleary assessoraram a Infracommerce.

Segundo a empresa, os recursos captados pela oferta da Infracommerce serão utilizados pela companhia para potenciais aquisições estratégias para expandir sua oferta tecnológica e logística, além de investimentos em Capex, pesquisa e desenvolvimento, despesas comerciais e pagamento de dívidas. Com a realização de seu IPO, a Infracommerce passa a ser a 192ª empresa listada no Novo Mercado, segmento com os mais elevados padrões de governança corporativa.

Leia também:

B3 lança Casado de Dólar em tela

Artigos Relacionados

B3 lucra R$ 1,25 bi no trimestre, aumento de 22,5%

“As pessoas têm movimentado as suas carteiras em artigos de maior risco, mas quando olhamos mais adiante ainda há incertezas sobre a retomada econômica”....

Andrade Gutierrez diz que irá alienar os papéis da CCR

Os papéis da companhia de infraestrutura CCR puxavam as altas da B3 nesta sexta-feira após a Andrade Gutierrez Participações S.A. (AG Participações) anunciar intenção...

De olho na Eletrobras, setor privado não investe

Ação da estatal vale quase metade do que valia há 11 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Estado do Rio registra 68,8 mil novos MEIs

Alimentação fora do lar foi o segmento com mais abertura de empresas, com 10,4 mil novos microempreendedores.

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

Quase 80% não trabalham totalmente remoto na pandemia

Segundo levantamento sobre adaptação ao modelo de teletrabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente.

Tunísia pretende exportar 80 mil toneladas de frutas

País produz pêssegos, nectarinas, damasco, ameixa e estima aumento de 7% na safra de frutas em 2021; grandes importadores são Líbia, França e Itália.

Rio acaba com toque de recolher

Novas medidas têm validade até o dia 20 de maio; medidas podem ser revistas.