Intercâmbio

Dizendo-se preocupado com o futuro da Amazônia, o príncipe Charles vai promover, em abril, seminário internacional, em Londres, para tratar da preservação da floresta. Gentil, promete convidar 30 brasileiros para participar dos debates. Para retribuir a gentileza, o governo brasileiro deveria organizar o Seminário Jean Charles para discutir o papel da Scotland Yard na preservação de migrantes ameaçados de extinção pela polícia de países ditos civilizados. Entre os ingleses a serem convidados, os integrantes da comissão que concluiu que o assassinato do brasileiro não teve culpados.

Novos culpados
A conclusão do inquérito sobre o furto dos documentos da Petrobras não se limitou a oferecer uma solução inusitada para o caso. Também deu seu contributo à literatura policial internacional. Até o ARP – Antes do Furto da Petrobras – o culpado de praxe era o mordomo. A partir do DFP –  Depois do Furto da Petrobras – a culpa também pode ser buscada nos subúrbios do Rio de Janeiro.

Gente grande
As micro e pequenas empresas do Estado do Rio injetaram na economia fluminense, só em dezembro, R$ 1,43 bilhão em salários. O número faz parte dos Indicadores das MPE (Impe), sondagem mensal que o Sebrae no Rio realiza desde 2006, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A íntegra da pesquisa será divulgada nesta terça-feira.
No mês do Natal, o faturamento rompeu a marca dos R$ 4,7 bilhões – cerca de R$ 500 milhões adicionais em comparação a novembro. Ao todo, as MPE ocuparam, entre sócios e empregados, 10 mil profissionais.

Golfinho branco
A Prefeitura do Rio publicou decreto convocando os quatro grandes clubes da cidade – Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco – a apresentar propostas para assumirem a gestão do Parque Aquático Municipal Maria Lenk. O decreto informa que o clube que assumir ficará encarregado de todas as despesas, da conservação e dos investimentos, e se comprometerá a ceder o parque a eventos nacionais e internacionais, sem qualquer ônus para a Prefeitura. O objetivo, segundo o prefeito Cesar Maia, é “apoiar e fortalecer o esporte olímpico no Rio através dos quatro grandes clubes que já os patrocinam e apóiam”. Traduzindo: a prefeitura não sabe o que fazer com o parque aquático e quer se livrar dele.

“Core”
Funcionários do BNDES repudiaram as declarações feitas, semana passada, pelo ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, defendendo a privatização do banco, além de Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, bem como de todas estatais que, no ver do ministro, “não façam parte do core business do governo, que é saúde, segurança e educação”. Além de cobrarem uma posição pública da direção da instituição, os funcionários lembram que Jorge é oriundo do Santander. Ou seja, o core do ministro é hoje.

Alinhamento
O que diria a mesma imprensa que “comprou”, sem qualquer investigação, a história do governo colombiano de que a Venezuela teria doado US$ 300 milhões para as Farc, se o presidente Hugo Chávez, em consonância com essa versão, invadisse a Colômbia para resgatar seus supostos aliados guerrilheiros para garantir-lhes porto seguro em seu país? Apoiaria a mobilização de tropas colombianas na fronteira entre os dois países.

Sem confiança
Em uma das suas últimas entrevistas, antes de ser assassinado sábado, o porta-voz das Farc, Raul Reyes, explicou por que sua organização não aceita reunir-se com representantes do governo colombiano enquanto este não desmilitarizar os municípios de Pradera e Florida: “As Farc não têm a mínima confiança na seriedade, na honestidade e na ética, se é que existe isso, no pensamento de Uribe. Tem de haver garantia de segurança a nossos porta-vozes e a todos que vão conversar ali. Queremos receber nossos camaradas libertados e entregar os que estão com a gente com segurança. Se o governo dos Estados Unidos quer ver livres os seus cidadãos, o que me parece justo, deve dar a ordem para Uribe desmilitarizar. Imediatamente se realizará um encontro para começar o acordo que permita a libertação de todos os prisioneiros”, afirmou em entrevista à Revista Fórum – http://www.revistaforum.com.br/sitefinal/EdicaoNoticiaIntegra.asp?id_artigo=1689.

Artigo anteriorCusto Brasil
Próximo artigoCausa própria
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Juntar 2 meses e meio de auxílio para comprar cesta básica

Não só a pandemia, mas inflação é ameaça às pretensões de Bolsonaro.

Se mirar Nordeste, Bolsonaro atingirá o próprio pé

Região tem menor média de casos e óbitos causados pela Covid.

Neodefensores do trabalhador ignoraram crise

Desemprego já era estratosférico em 2019, e apoiadores de Guedes nem ligavam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.