Inversão

Segundo artigo publicado no Financial Times em janeiro, apenas 3 milhões de cidadãos britânicos trabalhavam no setor manufatureiro em 2007, menos da metade dos 7 milhões de 1980. Já em serviços financeiros havia 6,5 milhões de trabalhadores, contra apenas 3 milhões em 1980. O número de empregados no setor deve cair 10% nos próximos dois anos.

Xô, dengue
Já está à venda o primeiro remédio aprovado pela Anvisa para evitar a dengue e combater seus sintomas: o homeopático Proden. Segundo pesquisa realizada pela Fecomércio-RJ em 2008, três em cada dez empresas do setor de comércio de bens, turismo e serviços tiveram funcionários com dengue, com média de seis dias de afastamento.

Expressão do fracasso
Ex-senador pelo Partido da Refundação Comunista, da Itália, José Luís Del Roio ironiza o apoio do Parlamento Europeu ao pedido do governo italiano da extradição de Cesar Battisti: “Aquilo foi a expressão do fracasso. O Parlamento tem 785 membros. A votação foi de 46 votos a favor e oito contra a extradição. Dos 78 italianos, apenas seis estavam presentes, em um final de sessão. Ridículo. Não tem representatividade ou efeito prático algum”, afirma Roio, em entrevista à edição eletrônica da Agência Carta Maior.

Reescrever a história
Para Roio, a Itália vive um momento de renascimento do fascismo. Segundo ele, ao chegarem ao poder, as forças ligadas ao fascismo tentam reescrever a história do país: “O que deu base à vida institucional italiana no pós-II Guerra foi a insurreição armada antifascista. A Constituição de 1948 se autodenomina antifascista. O desenvolvimento do país nas últimas seis décadas se dá sobre o sentimento antifascista da população. Agora, que eles voltam ao poder, querem reinterpretar este passado. Dizem que a resistência armada, os partisans, eram todos terroristas! Proclamam que Mussolini foi um grande personagem. O 25 de Abril, feriado nacional italiano que marca a libertação do país contra o fascismo, tenta ser reavaliado por eles. Querem transformar a data numa espécie de lembrança de todos os mortos, que seriam iguais, os resistentes e os fascistas. Mas não são!”

“Working class”
A maior parte dos turistas estrangeiros que visitam o Rio de Janeiro têm apenas ensino fundamental (35%) ou médio (40%), revela pesquisa coordenada pelos professores Bayard Boiteux e Mauricio Werner. Somente 25% têm curso superior, ou seja, a cidade atrai visitantes de nível social e poder aquisitivo mais baixo. Feita com 500 turistas estrangeiros em janeiro/fevereiro, a pesquisa mostra que a população carioca continua fazendo a diferença: é o principal ponto positivo, pela boa recepção; mas a população de rua é o principal ponto negativo.

Crédito
O faturamento mundial do factoring em 2007 foi de R$ 71,5 bilhões, um aumento de 18,48% em relação aos R$ 60,35 bilhões de 2006. No ano passado, a alta no setor de fomento mercantil foi um pouco menor: 15%, para R$ 82,5 bilhões.

Rede
O presidente do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-Rio), Aldo Gonçalves, será o anfitrião do 5º Encontro das Entidades que participam da Rede Nacional de Informações Comerciais (Renic), que reunirá executivos e colaboradores de CDLs e associações de todo o Estado do Rio, na segunda-feira. A Renic está presente em mais de 1.200 cidades.

Liberal
Três estudantes universitários foram os vencedores do Prêmio Donald Stewart Jr, que teve como tema “Globalização e Liberdade”. O concurso é realizado pelo Instituto Liberal há seis anos, e destinado a jovens entre 16 e 26 anos, matriculados no ensino médio ou cursos superiores. Os premiados passarão uma semana em Nova York para participarem da Freedom University, um dos programas do Summer Seminar da Foundation for Economic Education (FEE).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDe mal…
Próximo artigoLei da selva

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...