Investimento direto

“Temos que acabar com esta história de que tudo que é para rico é investimento, e para pobre é despesa”, pregou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, levando a platéia de 4 mil empresários e trabalhadores do setor naval a vigorosos aplausos. Ele lembrou as medidas tomadas no seu governo que levaram as camadas mais pobres da população a consumir e defendeu que, a exemplo de 2008, o governo incentive a população a gastar mais e movimentar a economia.
Mas Lula foi ovacionado, mesmo, quando falou sobre desemprego e ironizou sua própria origem. Disse que nem parente visita desempregado, “nem os sindicatos se lembram de quem está sem emprego”, levando ao delírio os metalúrgicos.

Não basta a Copa
Gestões profissionais demandam que ministros indicados por políticos, em função do pacto de governabilidade, devem se cercar de técnicos da área para buscar um entendimento real da atividade, disse o professor Bayard Boiteux, que dirige o curso de Turismo de uma universidade carioca: “Temo que no governo da presidente Dilma ainda não houve priorização do Turismo”, lamentou.
Ele ressaltou que espera que o novo ministro, Gastão Vieira, busque parceria com instituições de ensino e dê continuidade ao Plano de Turismo Nacional e à promoção internacional, dentro de uma reformulação dos mercados prioritários. “Não podemos pensar que a Copa do Mundo e as Olimpíadas são as únicas prioridades do Governo Federal: segurança turística, sinalização, controle de qualidade da prestação serviço, capacitação, promoção e conscientização são vitais”, concluiu o professor.

Contra-indicação
Do sempre mordaz economista Carlos Lessa, ex-presidente do BNDES, ao comentar o conselho da presidente Dilma Rousseff, para quem o brasileiro “deve consumir moderadamente”: “Consumir moderadamente é conselho para bebida alcóolica”, ironiza Lessa.

Tsunami
Lessa também se diz preocupado com os efeitos da crise no Brasil. “Lula disse que a crise (de 2008) era apenas marolinha, e Dilma parece ir na mesma direção. Mas Mantega (Guido, ministro da Fazenda) deve ter consciência da gravidade da crise. Estão omitindo da sociedade brasileira a gravidade dos fatos”, alertou.

Pesquisa no banco
A incubadora de empresas do Inmetro abriga o único acervo de células humanas e animais do Brasil. Ao todo, 350 estão congeladas em criotubos de nitrogênio, no Banco de Células do Rio de Janeiro (BCRJ), no Campus do Instituto em Xerém. O banco, que reúne a maior coleção de células da América do Sul, presta serviços para 800 clientes, entre eles, Natura e Boticário, auxiliando no desenvolvimento de pesquisas nas áreas de biologia, medicina e biotecnologia.

Rumos de Dilma
O que pode acontecer com a economia e política brasileira nos anos do Governo Dilma? Para discutir as possíveis estratégias, a FGV-EESP, em pareceria com Fiesp, Iedi e Dieese, organizará nos dias 26 e 27 próximos seminário com o ministro da Fazenda, Guido Mantega; a ministra do Planejamento, Miriam Belchior; o professor Luiz Carlos Bresser-Pereira; e o empresário André Gerdau Johannpeter, entre outros. Será na Fundação Getulio Vargas (Rua Itapeva, 432 – Salão Nobre, 4° andar, São Paulo SP).

Bem na foto
O Brasil conquistou duas medalhas de bronze na 5ª Olimpíada Iberoamericana de Biologia, realizada na cidade de San José, Costa Rica, entre 4 e 10 de setembro. Os jovens medalhistas foram dois cearenses, um mineiro e um potiguar. Um professor da Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) e outro da Uerj coordenaram o grupo.

Protecionismo às avessas
Quinto maior mercado produtor da indústria automobilística global, o Brasil é o único país desse ranking a não ter uma marca própria sequer. Com isso, as medidas de proteção à indústria local baixadas semana passada, como aumento do Imposto sobre Produtos Industriais (IPI), beneficiam as montadoras nacionais da Alemanha, dos Estados Unidos, da Itália…

Artigo anteriorMetamorfose ambulante
Próximo artigoJá é
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.