Investimento direto

“Temos que acabar com esta história de que tudo que é para rico é investimento, e para pobre é despesa”, pregou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, levando a platéia de 4 mil empresários e trabalhadores do setor naval a vigorosos aplausos. Ele lembrou as medidas tomadas no seu governo que levaram as camadas mais pobres da população a consumir e defendeu que, a exemplo de 2008, o governo incentive a população a gastar mais e movimentar a economia.
Mas Lula foi ovacionado, mesmo, quando falou sobre desemprego e ironizou sua própria origem. Disse que nem parente visita desempregado, “nem os sindicatos se lembram de quem está sem emprego”, levando ao delírio os metalúrgicos.

Não basta a Copa
Gestões profissionais demandam que ministros indicados por políticos, em função do pacto de governabilidade, devem se cercar de técnicos da área para buscar um entendimento real da atividade, disse o professor Bayard Boiteux, que dirige o curso de Turismo de uma universidade carioca: “Temo que no governo da presidente Dilma ainda não houve priorização do Turismo”, lamentou.
Ele ressaltou que espera que o novo ministro, Gastão Vieira, busque parceria com instituições de ensino e dê continuidade ao Plano de Turismo Nacional e à promoção internacional, dentro de uma reformulação dos mercados prioritários. “Não podemos pensar que a Copa do Mundo e as Olimpíadas são as únicas prioridades do Governo Federal: segurança turística, sinalização, controle de qualidade da prestação serviço, capacitação, promoção e conscientização são vitais”, concluiu o professor.

Contra-indicação
Do sempre mordaz economista Carlos Lessa, ex-presidente do BNDES, ao comentar o conselho da presidente Dilma Rousseff, para quem o brasileiro “deve consumir moderadamente”: “Consumir moderadamente é conselho para bebida alcóolica”, ironiza Lessa.

Tsunami
Lessa também se diz preocupado com os efeitos da crise no Brasil. “Lula disse que a crise (de 2008) era apenas marolinha, e Dilma parece ir na mesma direção. Mas Mantega (Guido, ministro da Fazenda) deve ter consciência da gravidade da crise. Estão omitindo da sociedade brasileira a gravidade dos fatos”, alertou.

Pesquisa no banco
A incubadora de empresas do Inmetro abriga o único acervo de células humanas e animais do Brasil. Ao todo, 350 estão congeladas em criotubos de nitrogênio, no Banco de Células do Rio de Janeiro (BCRJ), no Campus do Instituto em Xerém. O banco, que reúne a maior coleção de células da América do Sul, presta serviços para 800 clientes, entre eles, Natura e Boticário, auxiliando no desenvolvimento de pesquisas nas áreas de biologia, medicina e biotecnologia.

Rumos de Dilma
O que pode acontecer com a economia e política brasileira nos anos do Governo Dilma? Para discutir as possíveis estratégias, a FGV-EESP, em pareceria com Fiesp, Iedi e Dieese, organizará nos dias 26 e 27 próximos seminário com o ministro da Fazenda, Guido Mantega; a ministra do Planejamento, Miriam Belchior; o professor Luiz Carlos Bresser-Pereira; e o empresário André Gerdau Johannpeter, entre outros. Será na Fundação Getulio Vargas (Rua Itapeva, 432 – Salão Nobre, 4° andar, São Paulo SP).

Bem na foto
O Brasil conquistou duas medalhas de bronze na 5ª Olimpíada Iberoamericana de Biologia, realizada na cidade de San José, Costa Rica, entre 4 e 10 de setembro. Os jovens medalhistas foram dois cearenses, um mineiro e um potiguar. Um professor da Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) e outro da Uerj coordenaram o grupo.

Protecionismo às avessas
Quinto maior mercado produtor da indústria automobilística global, o Brasil é o único país desse ranking a não ter uma marca própria sequer. Com isso, as medidas de proteção à indústria local baixadas semana passada, como aumento do Imposto sobre Produtos Industriais (IPI), beneficiam as montadoras nacionais da Alemanha, dos Estados Unidos, da Itália…

Artigo anteriorMetamorfose ambulante
Próximo artigoJá é
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Chile, Paraguai, Colômbia… e o Brasil?

Crises políticas e sociais nos países vizinhos acendem alerta.

Na pandemia, BNDES vendeu ações que agora valem o dobro

Em nove meses, banco perdeu R$ 8 bi só em 1 operação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.