IPCA-15 veio marginalmente abaixo do esperado

Por dentro do índice, destaca-se a desaceleração dos preços livres.

Opinião do Analista / 11:45 - 20 de fev de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O IPCA-15 veio marginalmente abaixo do esperado pelo mercado na variação mensal em 0,22% (esperado: 0,23%; anterior: 0,71%). Na variação em 12 meses, o índice mostrou variação de 4,21% (esperado: 4,23%; anterior: 4,34%)

Por dentro do índice, destaca-se a desaceleração dos preços livres, que saíram de uma variação de 0,82% no mês anterior para 0,20% neste mês, menor patamar dos últimos três meses.

Vale mencionar também que alimentação no domicílio, que havia avançado fortemente em dezembro e janeiro (3,62% e 2,30%, respectivamente) mostrou queda de -0,32%. Já a parte de serviços (que inclui alimentação fora do domicílio) mostrou avanço de 0,72% no mês, sendo que alimentação fora do domicílio avançou 0,38%.

Serviços subjacentes moderaram de forma significativa para 0,25%, após ter registrado 0,78% no mês anterior.

A média dos núcleos ficou em 0,15% MoM, retração de 30 bps em relação ao número anterior. Na variação em 12 meses, a média dos núcleos caiu de 3,22% para 3,06%.

Em suma, o cenário inflacionário permanece benigno, com retração dos choques observados no final do ano passado. O grande hiato presente no mercado de trabalho e o ritmo somente gradual de retomada da economia (somada a expectativas de inflação comportadas) devem permitir manutenção deste cenário, o que por sua vez levará o Banco Central a manter política monetária estimulativa por prolongado período de tempo (salvo confirmação de choques, naturalmente).

.

Felipe Sichel

Estrategista do Banco Digital Modalmais

Fonte: www.modalmais.com.br

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor