Israel tem rombo bilionário com gastos na invasão

Gastos de Israel no ataque a Gaza passam de US$ 14,2 bilhões, levando déficit público a 6,2% do PIB

171
Tanques de Israel em Gaza (Foto: Ilan Assayag/ Agência Xinhua)
Tanques de Israel em Gaza (Foto: Ilan Assayag/ Agência Xinhua)

As despesas do governo israelense no ataque a Gaza totalizaram US$ 14,2 bilhões até o final de março, informou o Ministério das Finanças do país nesta segunda-feira. Os dados não parecem incluir as armas e munições enviadas pelos EUA.

Os gastos com a invasão aumentaram o déficit orçamentário em 12 meses para US$ 32 bilhões entre abril de 2023 e março de 2024, equivalente a 6,2% do Produto Interno Bruto (PIB, medida da economia de um país), em comparação com 5,6% do PIB no final de fevereiro.

Para efeito de comparação, nos 12 meses entre abril de 2022 e março de 2023, o déficit do orçamento israelense somara apenas US$ 81,5 milhões.

O custo dos danos às infraestruturas críticas em Gaza causados pelos ataques de Israel é estimado em cerca de US$ 18,5 bilhões, de acordo com relatório divulgado pelo Banco Mundial e pelas Nações Unidas na semana passada.

Espaço Publicitáriocnseg

Também nesta segunda-feira, o Banco Central de Israel decidiu manter a taxa básica de juros em 4,5% ao ano. Apesar da inflação anual de apenas 2,5%, o BC decidiu agir com cautela e não reduzir a taxa de juro, dado o aumento substancial da incerteza geopolítica.

Com Agência Xinhua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui