Já ganhou

Falando a empresários na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, demonstrou total tranquilidade quanto à vitória de Dilma Roussef para presidente da República, já no primeiro turno: “A Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) foi prejudicada pela crise. Agora o momento de retomada é bom porque o novo governo terá enorme sensibilidade para a PDP II”, disse, acrescentando que  a candidata petista “tem compromisso e compreensão sobre a PDP”.

Pasteurização
O último debate entre os presidenciáveis produziu pelo menos um consenso entre os eleitores de todos os partidos: eleição pautada por marqueteiros é muito, muito, chataaaaa.

Pulsante
Com os candidatos se comportando como sabonetes, o molho do debate acabou ficando a cargo do representante do PSOL, Plínio de Arruda Sampaio. Ainda que sem aprofundar determinadas propostas e considerando como dadas questões de complexa compreensão para os eleitores médios, Plínio tem o mérito de fugir ao ordenamento marqueteiro e passar autenticidade.

Objetivos ocultos
Já Marina Silva (PV) ficou devendo explicação fundamental ao eleitorado: o que entende por “simplificação das contratações” dos trabalhadores? Como não existe qualquer burocracia na assinatura da carteira de trabalho, estaria Marina defendendo a simplificação das demissões? Como não explicitou, ficou no ar a indireta de Dilma: “No meu governo, não vamos reduzir direitos trabalhistas”.

Proalcool
O preço do etanol cobrado pelos revendedores subiu R$ 0,20 em um dia. Segundo o sindicato dos postos de combustíveis, o aumento surpresa será repassado ao consumidor.

Minoria
Muito criticada por empresários, a mudança no Fator Acidentário de Prevenção (FAP) feita este ano acabou beneficiando 91,52% das empresas, que pagarão menos seguro acidente ano que vem. Dessas, 84,16% pagarão alíquota mínima. Somente 8,48% terão aumento, pois apresentaram taxa de acidentes superior à média do seu setor econômico. O FAP varia de 0,5 a dois pontos, a ser aplicado às alíquotas de 1%, 2% ou 3%. Ou seja, pode dobrar ou reduzir à metade o valor a ser pago. A empresa que não concordar com o aumento terá o prazo de 30 dias, contados da data da publicação do resultado no DOU, entrar com recurso administrativo.

Acesso
Acessibilidade será o tema central da Expo Norma 2010, feira que será realizada de 19 a 21 de outubro no Centro de Exposições Imigrantes, próximo à estação da Jabaquara, na capital de São Paulo. Um dos expositores, o Guia do EPI vai mostrar como evitar acidentes trabalhistas, muitas vezes responsáveis pela limitação física.

Brinde
Chefs e produtores de vinho promovem o IV Festival Sud de France, pelo quarto ano consecutivo, no Rio de Janeiro. Nesta edição haverá o lançamento do Première Bulle N° 1, considerado um dos melhores espumantes do mundo, da região de Limoux. Até 10 de outubro, estão programadas degustação de vinhos, pratos harmonizados com vinhos da região de Languedoc-Roussillon em alguns restaurantes, palestras e concursos para a escolha dos melhores vinhos vendidos no Brasil e dos melhores sommeliers do Rio de Janeiro.

Superestressante
Se é muito simples assinar revistas de uma tradicional editora (basta ligar e imediatamente uma atenciosa vendedora atende a ligação), para cancelar o serviço é necessário digitar o CPF e esperar, muito, muito, muito para, se der sorte, ser atendido

Piada pronta
“Democracia exige liberdade de expressão” é o título de artigo publicado na página de Opinião da Folha de S.Paulo. O autor: Antonio Carlos Magalhães Junior.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOnda marrom
Próximo artigoModelo ultrapassado

Artigos Relacionados

‘EUA do Mar’ seria considerado crime de lesa-pátria

Na terra de Biden, entregar navegação a estrangeiros é impensável.

Governo Bolsonaro não dá a mínima para a indústria

País perde empregos de qualidade e prejudica desenvolvimento.

Taxa sobre exportação de petróleo renderia R$ 38 bi

Imposto aumentaria participação do Estado nos resultados do pré-sal.

Últimas Notícias

Fundos de investimento poderão atuar como formadores de mercado na B3

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou os fundos de investimento a atuarem como formadores de mercado na B3, a bolsa do Brasil. A...

ABBC: Selic deve subir 1,50 ponto percentual

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reúne na próxima terça-feira (7) para decidir sobre a nova Selic, a taxa básica...

Ibovespa fecha a semana em alta

(alta de 0,013%). O volume representou uma extensão do movimento positivo registrado na quinta-feira (2), quando o índice fechou com forte alta de 3,66%,...

China: Incentivos fiscais para investidores estrangeiros

A China anunciou que estendeu suas políticas fiscais preferenciais para investidores estrangeiros que investem no mercado de títulos da parte continental do país. A...

Brasileiro teria renda 6 vezes maior com indústria forte

Entre 1950–70, PIB do País foi multiplicado por 10.