Justiça para quem precisa

Pelo menos seis – mas talvez todos os oito – juízes da Suprema Corte dos Estados Unidos são milionários, mostra matéria do Center for Public Integrity. No topo da lista está Stephen Breyer, com patrimônio líquido de US$ 6,1 milhões (podendo alcançar US$ 16 milhões). O juiz é acionista da editora Pearson PLC e tem propriedade em uma ilha no Caribe. Anthony Kennedy e Clarence Thomas são os dois que não figuram na lista, pois suas posses ficam na casa de US$ 600 mil cada – mas um cálculo mais apurado pode chegar a US$ 1,2 milhão cada. Alguns juízes declararam ter ações de companhias como Boeing, Molson Coors, ConocoPhilips, Exxon, Microsoft, HP e Time Warner. Todos os oito integrantes da Suprema Corte fizeram pelo menos uma viagem em 2015 patrocinada por alguma organização, geralmente faculdades ou fundações. Breyer mais uma vez está no topo da lista, com 19 viagens – duas para Paris e uma para Londres.

A matéria mostra que não há nenhum absurdo quanto às fortunas dos juízes – pelo menos as oficialmente declaradas, e nos EUA mentir é pecado pesadamente punido. Mas é uma demonstração de que a elite da justiça é parte da elite do país, que não sofre com as turbulências da economia. Nada muito diferente do que acontece no Brasil. O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, por exemplo, possui um imóvel em Miami – devidamente declarado. E agora juízes e ministros brasileiros foram brindados com um aumento que, ainda que justificado, colide com a situação de desemprego e baixos salários dos trabalhadores comuns (e até de alguns funcionários públicos).

Parte da população tem esperança de que a justiça passe o Brasil a limpo. Mas quem vai sanear a justiça?

Mais saudável e lucrativo

A agricultura orgânica não apenas gera produção comparável à convencional, como resulta em mais renda para os agricultores, mostra um estudo de dez anos feito pelo Instituto Suíço de Pesquisa da Agricultura Orgânica (FiBL) no Quênia.

O trabalho contradiz o mito de que a agricultura orgânica precisa de mais espaço para atingir rendimentos similares. E, com os custos do insumo mais baixos para a agricultura orgânica e preços mais altos dos produtos nos mercados, as rendas dos agricultores orgânicos, após seis anos, chegam a ser 63% mais altas.

Estudos paralelos na Índia sobre a produção de algodão e na Bolívia sobre a produção de café apresentaram resultados positivos similares para o método orgânico. A conclusão é que o método orgânico é uma estratégia viável nos trópicos.

Chamem a Kombi

O comentário no meio político é que o PSTU deve perder metade de seus quadros, que deixariam o partido em protesto contra a política da direção de juntar no mesmo saco Temer, Dilma, PT, PMDB e demais atores da política do Planalto.

Peso certo

A partir desta sexta-feira entram em vigor as normas que determinam a pesagem obrigatória de contêineres embarcados em território nacional, estabelecidas pela Portaria 164 da Diretoria de Portos e Costas. As novas regras buscam evitar os acidentes em navios porta-contêineres.

No período de transição, contêineres carregados em navios antes de 1º de julho e transbordados neste dia ou após sejam embarcados para o seu porto final de descarga sem que a massa bruta tenha sido verificada.

Sem aperto

Carlinhos Cachoeira foi preso mais uma vez. Mas sem problemas. Ele poderá fazer uma delação premiada e logo, logo, estará de volta aos negócios, sem grandes apertos na prisão. No máximo, alguns dias de férias forçadas em casa.

Na Lava Jato, corruptos confessos pegam punições mais brandas que um pichador pego em flagrante. A delação premiada está ajudando a desmontar esquemas seculares, mas não pode ser sinônimo de que o crime compensa. Reduzir a pena é uma coisa, impunidade, outra.

Rápidas

A Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro realiza no próximo dia 11 um almoço-palestra com a deputada estadual Martha Rocha (PDT-RJ), sobre segurança pública. Martha foi chefe da Polícia Civil. Mais informações através do e-mail: [email protected] *** O NEA (Núcleo de Estudos Avançados do Brasillis Idiomas) faz em 13 de julho palestra online sobre “Oratória, domine esta arte”. Inscrições: [email protected] *** A Bertelsmann traz pela primeira vez à América Latina a exposição Last Folio – Preservando Memórias. A inauguração será em 18 de agosto, na Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500 – Sumaré, São Paulo/SP) *** O Instituto Lula, a Fundação Perseu Abramo e a Frente Brasil Popular, junto com outras entidades, organizaram conferência do embaixador Celso Amorim, em 4 de julho. O ex-ministro das Relações Exteriores e da Defesa defenderá uma política externa ativa e altiva, em um contexto crítico, que parece se dirigir a um retrocesso brutal. A palestra será na Casa de Portugal (Av, da Liberdade, 602, São Paulo – SP). Após o debate, que começa às 19h, haverá sessão de autógrafos do livro Teerã, Ramalá e Doha – Memórias da Política Externa Ativa e Altiva. A entrada é gratuita, e as inscrições podem ser feitas até 2 de julho no site do Instituto Lula.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Elevar Selic para 7,75% será eficaz no combate à inflação?

Analistas prevêem taxa de 11% em maio de 2022.

Carteira da massa falida do Banco Cruzeiro do Sul

Por Antonio Pietrobelli.

Vencimento de título corrigido pela Selic puxa queda da Dívida Pública

O vencimento de mais de R$ 200 bilhões em títulos públicos vinculados à taxa Selic (juros básicos da economia) fez a Dívida Pública Federal...

Quase 80% pretendem fazer compras no período da Black Friday

Varejo eletrônico gasta mais com publicidade para a data do que para o Natal.

Justiça obriga plano a custear medicação à base de cannabis

Paciente psiquiátrico teve direito negado; TJ-PR decidiu que plano banque tratamento, cujo custo anual é de cerca de R$ 25 mil.