Justiça só ouve um lado

Bolsonaro se nega a depor em inquérito sobre interferência na PF.

Jair Bolsonaro não irá mais prestar depoimento à Polícia Federal (PF) no inquérito que apura suposta tentativa de interferência dele na autonomia do órgão. Ele abandonou a ideia de esclarecer o assunto e enviou sua decisão para o Supremo Tribunal Federal (STF) pela Advocacia-Geral da União (AGU) nesta quinta-feira.

O inquérito sobre a suposta interferência na PF, denunciado pelo seu ex-ministro da Justiça Sergio Moro, está paralisado desde 17 de setembro. Uma das causas dessa paralisação era a indefinição sobre o depoimento de Bolsonaro.

 

Decisão do STF

 

O ministro Marco Aurélio Mello suspendeu a tramitação do inquérito, decidindo que caberia ao plenário do STF definir se Bolsonaro poderia enviar depoimento por escrito ou, se preferisse, escolher o dia para ser ouvido. A questão ainda não foi resolvida pelo tribunal.

Com o abandono de Bolsonaro em prestar depoimento, o inquérito pode ser retomado. A AGU informou o desejo de “declinar do meio de defesa que lhe foi oportunizado unicamente por meio presencial no referido despacho”.

O órgão de defesa do governo federal ainda pediu “pronto encaminhamento dos autos à Polícia Federal para elaboração de relatório final a ser submetido, ato contínuo, ainda dentro da prorrogação em curso, ao Ministério Público Federal”. O pedido sobre a conclusão das investigações será analisado pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do caso desde outubro, substituindo Marco Aurélio, que se aposentou.

“A defesa do ex-ministro Sergio Moro recebe com surpresa o declínio do presidente da República de atender à determinação para depor em inquérito no qual é investigado”, afirma a nota assinada por Rodrigo Sánchez Rios, advogado de Moro no STF.

A AGU pediu nesta quinta-feira a conclusão do inquérito que apura a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF) e o crime de denunciação caluniosa por parte do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Queda na indústria atinge todos os grupos de intensidade tecnológica

Perdas no primeiro trimestre de 2022 vão de 2,3% a 8,7%.

Otimismo dos comerciantes melhora em maio

Segundo a CNC, é o maior nível desde dezembro de 2021.

Arábica soma 67% e conilon, 33% da produção do Brasil

Safra brasileira total de café está estimada em 53,42 milhões de sacas de 60 kg, sendo 35,71 de arábica e 17,71 milhões de conilon.

Últimas Notícias

B 3 lança novos produtos para negociação de estratégias de juros

Operações são estruturadas de contratos futuros de DI, DAP e FRC

JBS tem governança fraca, mas perfil de negócio forte

JBS tem governança fraca, mas perfil de negócio forte

Brasil corre risco de desabastecimento de diesel

Alerta foi feito inclusive pela direção da Petrobras

Lucros das empresas subiram 55% no primeiro trimestre

Em abril, quase metade das categorias de trabalhadores não conseguiu repor inflação.

PIB dos EUA cai mais que previsto, porém inflação perde ritmo

Recessão não está descartada, segundo analistas.