Justiça suspende resultado de concorrência do Sesc/Senac

O desembargador Gilberto Campista Guarino, da 14ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, concedeu nesta sexta-feira tutela provisória suspendendo os efeitos das concorrências Sesc/ARRJ 005/2019 e Senac/ARRJ 10/2019, “obstando a contratação da vencedora”.

Como esta coluna informou na terça-feira, mais de 20 empresas participaram da disputa, sendo que 18 (17, segundo o Sesc/Senac RJ) apresentaram propostas com preço inferior ao praticado pela atual contratada, que havia sido selecionada em caráter emergencial, mas cujo contrato vinha sendo prorrogado, sucessivamente, a cada seis meses.

As 18 (ou 17) foram desclassificadas, e a 19ª colocada – exatamente a mesma que já vem prestando o serviço – foi declarada vencedora com um valor mensal R$ 1 milhão acima do oferecido pelas primeiras colocadas. Como a coluna previu, a justiça foi, uma vez mais, convocada.

Na quarta-feira, o Sesc/Senac do Rio enviou nota em que afirmou que “não procede a informação divulgada (…) Na licitação citada na coluna, 17 empresas não atenderam aos requisitos do edital. Das três classificadas por atenderem a todas as exigências, foi escolhida a de menor preço.”

Na sentença, o desembargador coloca dúvidas sobre o entendimento das duas entidades: “Causa espécie que, por uma questão, aparentemente, envolvendo um banal equívoco com a cotação de um profissional a mais para uma (única) unidade do Sesc (Campos), se entenda mais vantajoso para o interesse público eliminar concorrente cuja proposta comercial tem o valor global anual de aproximadamente a metade da vencedora.”

Cumpre, ademais, frisar que a proposta comercial da agravante [CNS Nacional de Serviços Ltda.] totalizou preço (…) anual de R$ 12.407.747,28, (…) ao passo que a 3ª ré (Logmans Logística Manutenção e Serviços Especializados Ltda.) sagrou-se vencedora com proposta cujo preço anual é de R$ 24.368.012,88.”

Procurados, Sesc e Senac ainda não responderam.

 

Ingratidão

A gratidão com a Globo fica só para o pessoal do PT. Apesar de a emissora ter injetado no Flamengo, em oito anos, R$ 520 milhões a mais do que no Vasco, ou R$ 598 mi mais que no Flu e R$ 711 mi mais que no Botafogo, o clube rubro-negro exige mais dinheiro para permitir a transmissão de seus jogos no Campeonato Carioca.

Além disso, o Flamengo entrou com ação na justiça em que cobra direitos de televisionamento do Campeonato Brasileiro das temporadas de 2019 a 2024. Segundo o clube, a Globo não teria cumprido proposta que previa negociação por cada mídia. O Flamengo ainda acusa a rede de TV de agir para esvaziar a concorrência do Esporte Interativo.

 

Volta por cima

A Novo Mundo, varejista forte na região Centro-Norte do país, é mais uma rede a apostar na volta dos carnês, modalidade na qual registrou aumento de pagamentos. O sistema permite maior número de parcelas do que os cartões de crédito e, para o lojista, traz três ganhos: fideliza o cliente, não paga taxa às operadoras de cartões e ainda embolsa os juros.

 

Brasil à deriva

A plataforma P-70 da Petrobras ficou meio à deriva nesta quinta-feira e acabou encalhando próximo a Gragoatá, Niterói (RJ). O problema espanta menos do que saber que a P-70 foi feita na China, quando poderia ter sido construída no Brasil, gerando empregos aqui.

 

Rápidas

As centrais sindicais realizarão, nesta segunda-feira, ato em Defesa do Emprego, dos Direitos Trabalhistas e Contra a Desindustrialização do Brasil. A concentração será às 9h, no Vão Livre do Masp, seguida de caminhada até a sede da Fiesp, também na Paulista *** O Laboratório de Responsabilidade Social e Sustentabilidade (Lares) do Instituto de Economia da UFRJ realizará o MBE Responsabilidade Social e Terceiro Setor. O curso é oferecido na modalidade ‘‘pós-graduação latu sensu’’. Informações aqui *** Estão abertas as inscrições para oficinas gratuitas que serão realizadas em fevereiro e março, de segunda a sábado, no AteliArte, que fica no Caxias Shopping, em parceria com o Sesc RJ *** A C&A inicia a edição 2020 do seu Programa de Talentos. Inscrições até 24 de fevereiro aqui *** “Você quer ser consultor(a)?” é o curso que o experiente profissional Luiz Affonso Romano, presidente da Associação Brasileira de Consultores (ABCO) realizará no Ibef Rio, dia 6, das 9h às 12h. Inscrições: [email protected]

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Chile, Paraguai, Colômbia… e o Brasil?

Crises políticas e sociais nos países vizinhos acendem alerta.

Na pandemia, BNDES vendeu ações que agora valem o dobro

Em nove meses, banco perdeu R$ 8 bi só em 1 operação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.