Laboratório retoma projetos para o Sistema Financeiro Nacional

36
Faxina no Banco Central do Brasil (BC)
Faxina em frente à sede do Banco Central (foto de Lucio Tavora, Xinhua)

O Banco Central retomou as atividades do Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT), iniciativa conjunta do banco e da Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac). Sete projetos tecnológicos serão acelerados para impulsionar o ecossistema de inovação financeira informou o BC nesta quarta-feira. O laboratório suspendeu as atividades em agosto de 2023.

O LIFT é um ambiente virtual colaborativo que reúne o universo acadêmico, o mercado, empresas de tecnologia e fintechs. A iniciativa, que completa seis anos, conta com o apoio de empresas de tecnologia, como AWS, Cielo, Finansystech, Idwall, Microsoft, Multiledgers, R3 e Veritran.

Neste ano, o LIFT Lab completa seis anos de inovações tecnológicas, que geraram impactos. Ao todo, foram 256 propostas de projetos submetidas ao LIFT Lab, sendo selecionados 82 projetos. Entre os 68 finalistas, 36% receberam investimentos do setor privado, durante ou logo depois da aceleração, totalizando um montante superior a R$ 400 milhões, informou o BC.

Espaço Publicitáriocnseg

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui