Lava Jato tirou R$ 142 bi da economia só no primeiro ano

Demissões nas empresas investigadas e fornecedores chegaram a 2,5 milhões.

A Operação Lava Jato provocou impacto negativo na economia do país muitas vezes superior ao valor que se avalia ter sido recuperado com o combate aos desvios da corrupção. A professora de Economia da PUC-SP Rosa Maria Marques, que analisou os efeitos da Operação na economia, destaca que houve uma grande movimentação nos setores empresariais para instaurar a agenda regressiva de reformas neoliberais, e que a Lava Jato foi parte dessa engrenagem.

Em Conde Entrevista, no YouTube, Rosa Marques citou estudo de Nozaki (2018), do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, que mostra que a Operação provocou o desmantelamento de “importantes setores da economia nacional, principalmente da indústria petrolífera e da sua cadeia de fornecedores, como a construção civil, a metal-mecânica, a indústria naval, a engenharia pesada, além do programa nuclear brasileiro”.

Apenas em seu primeiro ano, estima-se que a Lava Jato retirou cerca de R$ 142,6 bilhões da economia brasileira. “Ou seja: a operação produziu pelo menos três vezes mais prejuízos econômicos do que aquilo que ela avalia ter sido desviado com corrupção”, afirma a professora.

Walde Junior (2019)”, prossegue Rosa Marques, “por sua vez, estima que, nos três primeiros anos, ocorreram mais de 2,5 milhões de demissões ligadas às empresas investigadas pela Operação Lava Jato ou a suas fornecedoras”.

Dois exemplos trazidos por este pesquisador: a Petrobras teria reduzido o número de seus funcionários de 446 mil, em dezembro de 2013, para pouco mais de 186 mil em dezembro de 2016; e a construtora Engevix teria, no mesmo período, demitido 82% dos trabalhadores de seu quadro (de 17 mil para 3 mil).

Talvez seja mais importante enfatizar que, para além dos números das empresas diretamente afetadas, tais como retração do investimento, do total de trabalhadores e do faturamento, fruto da não preservação das empresas ao ter sido feito o combate à corrupção realizada por indivíduos, é importante se atentar para seu resultado: o desmantelamento do setor da construção civil e do petróleo e do gás no país. Este último já está vivendo um franco processo de entrega para o grande capital estrangeiro via os leilões do pré-sal”, acusa.

O vídeo pode ser acessado em aepet.org.br/w3/index.php/conteudo-geral/item/4951-lava-jato-gerou-prejuizo-de-r-142-6-bilhoes-em-apenas-1-ano

Artigos Relacionados

CNC está otimista com Dia dos Pais e projeta R$ 6,03 bi na economia

Dia dos Pais de 2020 foi o pior em 13 anos.

Indústria do Rio abriu mais de 2.400 vagas em junho

Nove em 10 vagas perdidas de março a junho de 2020, por conta do isolamento e da pandemia, já foram reabertas.

Incerteza da economia recua 3 pontos em julho

Segundo a FGV, índice chegou a 119,3 pontos, retornando ao nível de maio de 2021.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...