Legado olímpico

Como esta coluna afirmou, as Olimpíadas transcorreram sem grandes problemas e com muitos e destacados acertos. Não houve necessidade de bola de cristal para esta afirmação: o exemplo da Copa de 2014 ainda estava na memória. Dúvidas parecem ter ficado somente com parte de uma elite que teima em achar que nada que é feito no Brasil presta, nem mesmo a jabuticaba, e que só o que vem de fora – dos Estados Unidos, de preferência, ou da Europa ocidental, se tanto – é correto. Uma elite que torceu o nariz para a cerimônia de abertura quando apresentou funk, samba e favela; a imagem brasileira que ela tolera é a da Gisele Bündchen, de tipo físico e nome europeus. Uma elite que acompanhou as críticas iniciais da imprensa estrangeira à torcida brasileira, até ver, constrangida, que os jornais de fora compreenderam que se trata de uma característica da nossa cultura, nem melhor, nem pior, apenas diferente (quem já assistiu a uma partida da NBA nos EUA sabe que até o juiz torce pelo time local, com os torcedores estridentes mesmo em momentos que, teoricamente, requerem concentração, como na cobrança de lances livres – e os melhores atletas acertam os arremessos, pois treinaram para isto).

No Rio, talvez a frase mais repetida foi “por que não pode ser assim sempre”. É algo que depende mais de nós, brasileiros, do que de Thomas Bach, presidente do COI. Manter os espaços conquistados, punir nossos dirigentes – políticos e esportivos, ampliar a cidadania; enfim, um processo, ainda que longo, que pode ter um impulso importante.

Ressaca olímpica – 1

Não se pode dizer que a ausência do interino Michel Temer da cerimônia de encerramento da Rio 2016 foi sentida. Mas a opção de não comparecer – a agenda oficial do presidente no final de semana não trazia nenhum compromisso – revela mais do que a fuga das vaias. Se o general João Figueiredo revelou que preferia o cheiro dos cavalos ao do povo, pode-se dizer que Temer prefere o trânsito nos gabinetes ao contato popular – incluído aí o necessário referendo das urnas, que o interino não tem. O peemedebista não se esquivou dos apupos, ele deixou para lá esta desnecessária turma chamada de eleitores.

Ressaca olímpica – 2

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, não teve como seguir o mau exemplo de seu companheiro de partido e compareceu à cerimônia de encerramento no Maracanã. Diga-se a seu favor que as vaias, ainda que fortes, foram inferiores às destinadas a Temer na festa de abertura.

Ressaca olímpica – 3

Parabéns à criatividade, mas alguém imagina algo diferente de críticas raivosas se Lula, ou Dilma, aparecessem na cerimônia vestidos de algum personagem popular brasileiro, tal qual fez o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe?

Ressaca olímpica – 4

A ameaça de terrorismo ficou apenas pairando na cabeça do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, provavelmente ainda encarnado o papel de ex-secretário de Segurança Pública de São Paulo, quando se destacou pela violenta repressão a manifestantes que clamavam por mudanças e estudantes que defendiam o ensino público. A meia dúzia de presos tem tanta ligação com o Estado Islâmico ou capacidade de cometer atentados terroristas quanto um personagem de videogame. Melhor fará o ministro se aproveitar o tempo vago e for caçar pokémons por aí.

Corpo são

Basquetebol, ciclismo e futebol americano são os esportes com mais acidentes nos EUA, em valores absolutos, segundo dados de 2004. Foram quase 523 mil praticantes de basquete machucados, a maior parte (47%) na faixa de idade de 15 a 24 anos. Ciclistas somaram 502 mil acidentados, mas a idade subiu para 25 a 64 anos, com 18,1% do total. No football, mais da metade dos acidentes (50,4%) ocorreu com crianças e adolescentes (5 a 14 anos). Os dados são do Information Insurance Institute.

Gourmet

De acordo com dados prévios do Kantar Ibope, a final do programa MasterChef, transmitida ao vivo, rendeu à Band o segundo lugar no horário de 22h à 1h, com 8 pontos de média, atrás apenas da Globo – um alívio para a emissora paulista, que amarga o quarto lugar em audiência geral. O programa atingiu ainda 9,5 pontos de pico. No Twitter, foram publicados mais de 1 milhão e meio de tuítes mencionando a hashtag #MasterChefBR. O vencedor da terceira temporada foi o empresário paulista Leonardo Young.

Rápidas

A Funarte continua sua intensa programação cultural iniciada durante os Jogos, agora direcionada às Paralimpíadas Rio 2016. Os espetáculos de circo, dança, teatro e mamulengos, além de música erudita e popular são apresentados, com entrada franca, nos espaços da instituição, até dia 28 de agosto. Detalhes em www.funarte.gov.br *** O Shopping Jardim Guadalupe (RJ) recebe o “Encontro de Games”, evento gratuito que reúne apaixonados por jogos de tabuleiro, no próximo domingo *** Estão abertas as inscrições para o 24º Exame de Certificação CFP, para qualificar planejadores financeiros. Até 24 de outubro em www.ibcpf.org.br/PlanejadorFinanceiro/Inscricao

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

Mudar preços implica parar venda de refinarias

Mercado financeiro cobrará deságio, e Petrobras precisa de ativos para poder operar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.

Confiança da indústria e dos serviços caem em fevereiro

Níveis de Utilização da Capacidade Instalada também recuaram: o da indústria caiu 0,8 ponto percentual; e do serviço, 1 ponto.

Mercados globais continuam receosos com aumento dos preços

Principais índices da Europa caíram devido ao movimento de alta dos yelds; Paris perdeu 0,24%.

Mau humor alastrando

Ontem, o mau humor dos investidores se fez presente no mundo e trouxe reviravolta para os mercados.