Leite derramado

A Austin Rating, que em setembro classificou o risco do Banco Santos com a nota A (“O banco apresenta solidez financeira intrínseca boa (…) O risco é muito baixo.”), alterou o rating para CCC no sábado passado, após a intervenção do Banco Central na instituição financeira paulista. A multinacional Moody”s também avaliava o risco do Banco Santos como “na média” em relação a seus pares e o máximo que divulgara antes da ação do BC foi que a nota estava em observação negativa. Tal como acontece com institutos de pesquisa na época das eleições, pergunta-se: para que serve mudar a nota depois que a vaca já foi para o brejo?

Independente
Como o PT perdeu um trocado depositado no Banco Santos, pelo menos desta vez a direita de plantão não poderá acusar o governo de favorecer seu partido. Também a amizade com Sarney – aliado de primeira hora de Lula – não impediu que Edemar Cid Ferreira visse seu banco sofrer intervenção. O que parece comprovar, no final das contas, que o PT não manda nada no Banco Central.

Olhos abertos
China, o país da moda, é tema de seminário amanhã no Mercure Hotel São Paulo Trianon. O objetivo da reunião promovida pela IBC Brasil é esclarecer empresários brasileiros sobre os pontos críticos de negociação com o país asiático e reduzir os riscos de investimentos lá. Participarão Embraer, Olimpus e Brandi Advogados, que mostrarão suas experiências, além de representantes de associações de fomento ao comércio bilateral. Detalhes no site www.ibcbrasil.com.br/china

É Natal
O carioca poderá concorrer ao Concurso de Decoração Natalina 2004, promovido pela prefeitura. O três primeiros colocados ganharão quatro ingressos, cada, para assistir ao réveillon em Copacabana nas áreas VIP. Na inscrição, o interessado deve apresentar cópia do IPTU quitado e deverá dar um quilo de alimento não perecível às obras assistenciais do município.

Escreveu, não leu…
A prefeita eleita de Satuba, no interior de Alagoas, Cícera Pereira da Silva, foi reprovada em quatro questões básicas de português e cinco de aritmética, aplicadas na semana passada. Ela foi declarada analfabeta funcional. O caso está nas mãos da juíza Marlene Medeiros.

A vida como ela é
Quem foi assistir, na noite de domingo, à peça O despertar da primavera, do dramaturgo e expressionista alemão Frank Wedekind, no Centro Cultural Marista, na Usina, no Rio, pôde confirmar que, mais uma vez, a realidade superou a ficção. Espectadores que aproveitaram o intervalo entre o primeiro e o segundo ato para pegarem um ar fresco na rua se depararam com dois carros que, num curto intervalo de tempo, passaram exibindo homens portando fuzis e pistolas apontados para o lado de fora. Diante da realidade, a peça de Wedekind, que trata da sexualidade dos adolescentes e suas relações com a sociedade adulta, incluindo temas como incesto e homossexualismo, que chocam o público desde que foi escrita, em 1890, pareceu brincadeira de criança.

Monocrático
A se concretizar, a ameaça de que o Comitê de Política Monetária (Copom) vai elevar, hoje, a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto, de 16,75% ao ano para 17,25% ao ano, será mais um golpe nas ilusões dos que, alinhados ao ministro da Casa Civil, José Dirceu, ainda alimentam ilusões sobre alguma influência mais do que periférica de Dirceu sobre a política econômica. Há poucos meses, o ministro da Casa Civil previu, com ares de promessa, que, até o fim do ano, a Selic estaria em 13% ao ano.

Segredo
Placa eletrônica da Ponte Rio-Niterói, instalada alguns metros antes da entrada da via, pregava, ontem: “Use o cinto de segurança”. Já na ponte, o motorista se deparava com um congestionamento que tomava dez dos 13 quilômetros da estrada. Para oferecer esse “serviço”, a concessionária Ponte S/A conseguiu um acréscimo no pedágio, em 1998, que deve hoje beirar os R$ 0,02 por veículo (R$ 720 mil por ano).

Artigo anteriorNegócios do Brasil
Próximo artigoSistêmico
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.