Lemann na classe econômica

Um tribunal da cidade de Shenzhen, no sul da China, multou uma mulher em 100 mil iuanes (R$ 48 mil) depois dela ter pego um voo na primeira classe....

Um tribunal da cidade de Shenzhen, no sul da China, multou uma mulher em 100 mil iuanes (R$ 48 mil) depois dela ter pego um voo na primeira classe. Ela está em uma lista negra nacional de inadimplentes. Quem integra a lista está proibido, entre outras punições, de voar na primeira classe. As dívidas da empresa da mulher multada somam mais de 7 milhões de iuanes (cerca de R$ 3,4 bilhões). Outras determinações obrigam quem está na lista negra a pagar adiantado ao alugar um carro ou reservar um hotel, por exemplo.

Seria interessante ver uma lei dessas aprovada no Brasil, e mais interessante ainda sua aplicação. Por exemplo, a Ambev anunciou que aderiu ao novo Refis, programa de refinanciamento da dívida com a União. Confessou que devia R$ 3,5 bilhões (não ficou claro se este valor já leva em conta o abatimento de juros e multa). Se valesse lei similar à chinesa, não seria problema para os sócios controladores da maior cervejaria do Brasil pagar adiantado reserva em hotéis de luxo. Mas seria divertido ver Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil, viajar na classe econômica. Ah, a legislação teria que incluir também proibição a voar em jatinhos, próprios ou alugados.

 

Teto de vidro

Várias grandes empresas anunciaram adesão ao Refis. Nenhuma, porém, mesmo as que têm ações na Bolsa, esclareceu o que as levou a ficar devedoras do Fisco. Mas deram razão aos que informam que boa parte dos problemas fiscais – inclusive Previdência – vem do não recolhimento de impostos pelos “peixes grandes”, ainda que não em dificuldades financeiras.

Irônico é que empresas como o Grupo Petrópolis, fabricante da cerveja Itaipava, eram acusadas por seus concorrentes de conseguir praticar preços baixos porque não recolhiam impostos…

 

Kit questionado

As fábricas regionais de refrigerantes (conhecidas na década de 90 como tubaínas) de todo o país respiram aliviadas com o novo posicionamento da Receita Federal em relação aos benefícios fiscais do setor de concentrado para bebidas não alcoólicas instalado no Polo Industrial de Manaus.

A Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil (Afrebras) informa que o que acontecia era que as fábricas das multinacionais utilizavam os benefícios para “o kit concentrado” para gerar créditos de impostos. “Ao impedir que essas fábricas utilizem benefícios em produtos não industrializados no próprio PIM (Zona Franca), a Receita promove justiça social e financeira no País. O que acontece há anos são empresas de concentrado fabricando créditos bilionários a partir de produtos superfaturados do PIM”, acusa a entidade.

Segundo a Afrebras, o setor de concentrado representou uma renúncia fiscal de R$ 9,1 bilhões apenas em 2016.

 

Nova direção

A Sociedade Brasileira de Cartografia, Geodésia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto (SBC) elegeu sua nova diretoria, liderada por Hélio Gouvêa Prado (presidente executivo) e com Amauri Ribeiro Destri (vice-presidente executivo) e Flávia Renata Ferreira (secretária-geral).

Os novos diretores estão organizando a realização do XXVII Congresso Brasileiro de Cartografia sob o tema é “A cartografia e a soberania nacional: a consolidação das fronteiras e limites”. O evento será realizado na cidade do Rio de Janeiro, nas dependências da Escola Naval, situada na ilha de Villegagnon, de 6 a 9 de novembro, juntamente com a XXVI Exposicarta. Programação, informações e inscrições: www.cartografia.org.br/cbc2017/

A cerimônia de posse fez uma homenagem, in memorian, ao ex-presidente da SBC Paulo Cesar Teixeira Trino.

 

Rápidas

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, participará do seminário Papel e Tamanho do Estado Brasileiro, na próxima segunda-feira, das 9h às 18h, na FGV, na Praia de Botafogo (RJ). O evento vai discutir o papel do setor público e do setor privado no processo de desenvolvimento *** Alexandre Biancamano assumiu a Diretoria de Marketing da Iguatemi Empresa de Shopping Centers *** A Fiesp divulga nesta terça-feira o Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria de setembro, que pode confirmar, ou não, a pisada no freio após o fim do efeito FGTS na economia *** Em 16 de novembro, a Marina da Glória vai receber a Rio Travel Market, feira de turismo receptivo que conta com apoio do Rio Convention & Visitors Bureau. Detalhes em www.riotravelmarket.com *** E já é Natal. Papai Noel chegará sexta-feira, dia 3, no Caxias Shopping (RJ).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Suíça é ponte para exportações à Rússia

Vendas do País que lava mais branco aos russos cresceram mais de 80% desde fevereiro.

Homens pintam melhor que mulheres?

Não, mas recebem 10 vezes mais por obra.

Rio tem opções de áreas para termelétricas

Estado tem as melhores características na Região Sudeste, diz Wagner Victer.

Últimas Notícias

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos

Área de oncologia movimenta R$ 50 bilhões no Brasil

Cerca de 625 mil novos casos de câncer são diagnosticados por ano

Títulos públicos prefixados: maiores rentabilidades de julho

Destaque ficou com os prefixados de vencimentos mais longos, representados pelo IRF-M1+

Economia prepara projeto para abrir fundos de pensão ao mercado

Em jogo, patrimônio de R$ 1 trilhão acumulado pelos fundos fechados de previdência.