Líder de comércio laosiano: RCEP traz novas oportunidades econômicas

Um líder de negócios laosiano disse que fazendo parte do acordo RCEP irá proporcionar mais oportunidades de mercado para Laos expandir sua produção para a exportação e promover o setor de turismo.

Daovone Phachanthavong, vice-presidente executivo da Câmara Nacional de Comércio e Indústria do Laos, fala em uma entrevista com a Xinhua na capital de Laos, Vientiane, 7 jan, 2022. (Foto por Kaikeo Saiyasane/Xinhua)

Xinhua - Silk Road
Xinhua – Silk Road

Vientiane, 9 jan (Xinhua) — O acordo da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP), pode trazer grandes oportunidades de desenvolvimento econômico à região, e o acordo é muito benéfico para Laos, disse Daovone Phachanthavong, vice-presidente executivo da Câmara Nacional de Comércio e Indústria do Laos (LNCCI).

Fazendo parte do acordo forneceria mais oportunidades de mercado para Laos expandir sua produção para a exportação e promover o setor de turismo, disse o alto funcionário da LNCCI à Xinhua em uma entrevista na sexta-feira.

“O Laos tem muita sorte de construir uma comunidade com um futuro compartilhado junto com a China e de assinar o acordo RCEP”, disse Daovone.

“Com a abertura da Ferrovia Laos-China, o Laos se tornou um nó importante no corredor terrestre China-ASEAN. A maior parte do transporte ferroviário de mercadorias entre China e ASEAN passarão pelo Laos, o que pode promover imensamente o desenvolvimento econômico do Laos.”

 

O trem elétrico de múltiplas unidades (EMU, sigla em inglês) Lane Xang da Ferrovia China-Laos parte da Estação Ferroviária de Vientiane em Vientiane, Laos, 3 dez, 2021. (Foto por Kaikeo Saiyasane/Xinhua)

 

RCEP, com efeito em 1 de janeiro, agrupa 10 membros da ASEAN, nomeadamente Brunei, Camboja, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Filipinas, Cingapura, Tailândia e Vietnã, bem como Austrália, China, Japão, Nova Zelândia e Coréia do Sul.

A entrada em vigor da RCEP proporcionou ao Laos as melhores oportunidades de cooperação em termos de intercâmbio de pessoas e de negócios, e aprofundou a interconexão entre o Laos e os outros países membros da ASEAN.

Daovone disse: “A RCEP e a Ferrovia Laos-China podem efetivamente reduzir o custo do comércio de mercadorias. Isso ajudará a apoiar o nosso desenvolvimento econômico, estimulando novos investimentos e proporcionando um maior acesso ao mercado para os produtos do Laos. Cada vez mais produtos de Laos podem ser exportados para os outros países da ASEAN.”

Daovone tem estado envolvido nos negócios de logística e comércio com as empresas chinesas desde 2002 e o seu negócio expandiu-se para mais de 10 setores até o momento.

 

Uma pilota estagiária é treinada no trem elétrico de múltiplas unidades (EMU, sigla em inglês) Lane Xang da Ferrovia China-Laos em Laos, 30 nov, 2021. (Foto por Li Huan/Xinhua)

 

“Após a entrada em vigor do acordo, pode reduzir os custos de comércio e os preços de transportação intrarregionais. O custo dos nossos produtos de exportação é muito mais baixo comparado à antes”, disse Daovone.

“RCEP pode também trazer mais canais de emprego para as pessoas da região.”

A Ferrovia Laos-China transformou o Laos de um país terrestre fechado num país terrestre aberto, através de qual o país conseguiu a interconexão com a China, Tailândia, Camboja, Vietnã e outros países, disse Daovone.

Entretanto, a RCEP, abrangendo quase um terço da população mundial e produção interno bruto, é um mega pacto comercial que visa quebrar as barreiras de comércio e promover o investimento.

“Eu acredito que a economia da ASEAN terá definitivamente um melhor desenvolvimento no futuro”, disse Daovone.

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China implementará tarifas da RCEP para mercadorias da Coréia

A partir de 1 de fevereiro, a China adotará a taxa tarifária prometida sob o acordo da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP), nas importações selecionadas da República da Coréia, conforme um comunicado divulgado pela Comissão de Tarifas Alfandegárias do Conselho de Estado, nesta quinta-feira.

Produto estrela da BGI Genomics é exibido na Pavilhão da China

Os modelos do Huo-Yan Air Laboratory da BGI Genomics, produto estrela de laboratório móvel de teste nucléico da gigante chinesa, foram exibidos na Pavilhão da China da Expo 2020 de Dubai durante 11 a 13 de janeiro.

China continua sendo destino favorito de investimento, informa WSJ

A China continua sendo um grande destino de investimento, pois suas startups de tecnologia atraíram uma quantidade recorde de financiamento de risco no ano passado, informou o Wall Street Journal nesta quinta-feira.

Últimas Notícias

Empresa brasileira de produtos médico-hospitalares cresce 20% em 2021

Faturamento foi de R$ 28 milhões.

Brasileiro buscou mais crédito para compra de veículo

Veículos pesados e motos se destacam

Varejo, petrolíferas e bancos puxam Ibovespa

Siderúrgicas e Vale ficam na contramão do mercado

Uso de cheque cai ladeira abaixo

Avanço tecnológico mudou hábito arraigado da clientela

Covid-19 fecha 478 agências bancárias em SP

500 bancários foram confirmados com covid-19.