Limite necessário

A participação do governo federal na nova companhia que (ou se) surgir da fusão da Varig com a TAM será, necessariamente, de no máximo 49%. Explica o presidente do BNDES, Carlos Lessa, que se o Estado assumisse o controle a nova companhia aérea cairia nas restrições que constam do acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), o que limitaria – e virtualmente impediria – investimentos necessários para a empresa crescer.

Lobby dos remédios
“Um terço dos orçamentos reservados para medicamentos, dos países em desenvolvimento, é desperdiçado na prescrição desnecessária de antibióticos”, afirma o presidente da Sociedade de Pediatria do Estado do Rio (Soperj), Sidnei Ferreira, que garante que famílias no mundo todo gastam aproximadamente US$ 3 bilhões, por ano, em mais de 2 mil “remédios” para tosse e resfriado – não há tratamento eficaz conhecido na medicina alopata para estas doenças. Segundo o pediatra, “geralmente a doença é autolimitada e tende a desaparecer em uma semana, sem tratamento ou complicações”. Ele alerta que os casos de doenças respiratórias crescem muito no inverno.

Super China
O supercomputador mais rápido na China – que será capaz de realizar mais de 10 trilhões de operações por segundo – usará processador Opteron, fabricado pela norte-americana AMD, rival da líder Intel. O componente de 64 bits é compatível com os programas criados para os processadores de 32 bits em uso atualmente na maioria dos microcomputadores do mundo. O equipamento chinês deve ser o primeiro daquele país incluído entre os mais potentes no mundo. Calcula-se o uso de mais de 2 mil processadores Opteron série 800 no sistema. A AMD se comprometeu a trabalhar para obter qualquer aprovação necessária do governo dos Estados Unidos para participar deste projeto.

Mercado
Começa hoje e termina quinta, no Centro de Treinamento da Aberj (Rua do Ouvidor 50/12º andar), o curso “Opções: Fundamentos e Prática”, que objetiva abordar os conceitos fundamentais sobre opção e aplicação, de forma prática, suas estratégias nas operações do dia-a-dia. O evento, promovido pela CMA Educacional, é voltado para profissionais do mercado financeiro em geral, investidores e estudantes. Mais informações: (21) 2221-2890 ou (11) 3053-2670.

Reforma
Nesta sexta-feira a Fundação Embratel de Seguridade Social (Telos) realiza no Rio de Janeiro seminário sobre a reforma da Previdência. Estarão presentes, entre outros, os secretários de governo Helmut Schwarzer e Marcos Lisboa, o deputado José Pimentel (relator da Comissão Especial de Reforma da Previdência), além dos ex-ministros Pedro Malan e Waldeck Ornélas. Será no Salão Grand Elysee do hotel Le Meridien Copacabana.

Redução
A necessidade de reduzir o custo do crédito ao consumidor será o pano de fundo do XXV Encontro Nacional das Financeiras programado para os dias 4, 5 e 6 de setembro no Hotel Pestana, em Salvador. “Nosso evento, em setembro, apresentará um panorama completo da conjuntura que inaugurou um novo cenário na vida econômica, política e social brasileira. Ao mesmo tempo, avaliará e debaterá as novas tendências do crédito ao consumidor e da macroeconomia. Por tudo isso, a marca do encontro é mudança: do novo governo, do novo Brasil, de um novo setor financeiro, mais profissional e aparelhado”, destaca o presidente da Acrefi, associação que reúne as financeiras, Ricardo Malcon. Não poderia faltar na pauta para os debates o microcrédito, pedra central do programa do governo Lula.

Liderança em TI
As novas aplicações da tecnologia de informação nos setores público e privado, principalmente segurança pública, educação e educação, serão apresentadas no Rioinfo, seminário que se realizará nos dias 12 e 13 de agosto, na sede da Firjan, no Rio de Janeiro.O evento tem uma proposta ambiciosa: “reafirmar o Rio de Janeiro como principal pólo do desenvolvimento da tecnologia de informação no Brasil”, afirma o coordenador do evento, Benito Paret. Mais informações em (21) 3974-5031 e www.rioinfo.com.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBush vai à guerra
Próximo artigoEstagnado

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

Setor de energia é um dos alvos preferidos de hackers

Mais de 60% de todos os ataques foram de phishing; organizações criminosas de hackers são ameaça às infraestruturas críticas do Brasil.

Países árabes planejam expansão de energia limpa

Omã, Marrocos, Argélia e Kuwait estão entre os que têm planos mais ambiciosos.

‘Governo não apenas poderia, como deveria intervir na Petrobras’

Para especialista, Governo Federal deveria estar mais atuante para combater os preços abusivos dos combustíveis em toda a cadeia.

Exterior cauteloso pode prejudicar negócios locais

Índices futuros acionários em Nova Iorque operam em queda significante: temores relacionados a uma possível recessão nos EUA.

Marrocos quer se desenvolver como polo de tecnologia

Setor digital emprega 120 mil pessoas no país; país tem investido em acordos e memorandos para aumentar investimento na área.