Limite para dívida é desculpa para vender estatais

Proposta se junta aos fracassados Teto dos Gastos e cortes de despesas para diminuir déficit.

Fatos e Comentários / 19:47 - 22 de jun de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A proposta em gestação na equipe econômica de criar um “teto” para a relação dívida/PIB é um verdadeiro ato radical contra a retomada da economia. A ideia dos sábios é determinar que, atingido o limite, sejam vendidos ativos estatais. Como estamos falando de bilhões de reais, não é o caso de se desfazer do prédio sem uso na esquina; dando nomes aos bois, trata-se de vender na bacia das almas Banco do Brasil, Caixa e Petrobras.

Como não se pode acreditar que os integrantes da equipe sejam ignorantes em matéria da economia, a explicação é que se pretende conseguir do Congresso uma autorização permanente para vender empresas, por motivos de radicalismo ideológico ou outros ainda menos nobres.

Em um momento em que o país flerta com a depressão econômica, criar um limite assim é um verdadeiro atentado contra o país.

 

Do projeto ao financiamento

O lançamento de uma ferramenta de gestão projetos de arquitetura para a elaboração e controle de orçamento e comissões para os arquitetos com meio de pagamento será o primeiro passo de Felipe Zullino, ex-sócio e VP de Desenvolvimento de Negócios e Marca da Creditas, na Archademy, plataforma de negócios em arquitetura do Brasil.

O executivo vai ser responsável pelo desenvolvimento da área de serviços financeiros. Mais à frente, será lançada uma linha de crédito para que os clientes possam financiar suas reformas. “Estamos estruturando todo o braço de fintech que completará o portfólio da Archademy, que hoje oferece coworking, eventos e programas de capacitação”, explica Zullino.

Hoje a comunidade Archademy conta com 50 mil arquitetos, o que representa 30% do mercado brasileiro.

 

Webinar

Carlos Lessa: vida e obra” é o webinar que o Instituto de Estudos sobre o Rio de Janeiro (Ierj) realizará nesta terça-feira, às 15h. A homenagem ao grande economista, falecido no último dia 5, será feita por Clélio Campolina, ex-reitor da UFMG; Darc Costa, presidente do Instituto Brasilidade; Fábio Sá Erp, IE/UFRJ; e Mauro Osório, FND/UFRJ.

 

Livre informação ameaçada

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) protesta contra as agressões físicas e morais efetuadas pela Brigada Militar do Rio Grande do Sul a repórteres do jornal Em Questão, de Alegrete, semana passada. “Os jornalistas exerciam sua atividade profissional, buscando informações de interesse público, e nada houve que justificasse a truculência. Além de ofenderem e atacar a integridade física dos repórteres, os integrantes da Brigada Militar atentaram contra o direito dos cidadãos de serem livremente informados”, diz a nota da ANJ.

 

Guerra semiótica

O erro que levou #FechadoComBolsonaroAte2016 aos primeiros lugares no Twitter mostra as limitações do uso de robôs. No fim de semana, pessoas reais – fãs de K-pop e usuários do TikTok – detonaram a campanha de Trump, que já não surfa nas redes como antes.

 

Rápidas

O IAG – Escola de Negócios da PUC-Rio faz webinar gestão de produtos digitais de sucesso nesta quarta-feira, às 19h. Inscrições aqui *** Como evitar acidentes e contágio? É o que a Aasp debaterá nesta terça-feira, às 17h, no webinar “Acidente de trabalho e a pandemia” *** “O desafio das aulas remotas e a escola pós-pandemia – Uma visão além do intelecto” é o tema do 22º Congresso Internacional de Educação da LBV, que ocorrerá em 29 e 30 de junho e 1º de julho, às 19h30, no formato de webinar. Inscrições aqui *** Durante maio o app NuWay Dental teve aumento de mais de 4.000% no número de orientações odontológicas *** Bosisio Advogados realiza nesta quarta, às 13h, webinar com o advogado suíço Marco Del Fabro, especialista em Direito Desportivo. O evento será transmitido no canal do escritório no Youtube *** “O IAB no combate à pedofilia e à cyberpedofilia” será o webinar nesta quarta-feira, a partir das 10h, organizado pela Comissão da Mulher do IAB. Na quinta-feira, às 10h30, também no canal do IAB no YouTube, o debate será sobre “Forças Armadas como poder moderador?” *** A primeira feira de artesanato virtual Patchwork Arte e Design, que acontecerá de 27 de julho a 1º de agosto, está com inscrições abertas para expositores.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor