25.1 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, janeiro 21, 2021

Linha cruzada

Cerca de 45% dos clientes das operadoras de telefonia celular são ativamente desengajados – jargão que, em português, é traduzível como extremamente insatisfeitos com as empresas – segundo o Instituto Gallup. Esse número corresponde a 41 milhões de pessoas com “atitude antagônica” em relação à empresa e à marca, para usar novamente o dialeto da pesquisa. Outros 20% são desengajados e, apesar de terem atitude “emocionalmente neutra”, não têm qualquer associação positiva com a marca da sua operadora.
Tudo somado e traduzindo, isso significa que 65% dos donos de celulares no Brasil são potencialmente beneficiáveis pelo direito de portabilidade – pelo qual o cliente, ao mudar de operadora, mantém o número do telefone – atualmente em audiência pública da Anatel.

Carinho
Os dados não devem servir apenas para estimular clientes a mudarem de empresa. As operadoras deveriam entender que tratar melhor seus clientes, além de ser obrigado, pode ser bom para o negócio. Segundo a pesquisa do Gallup, um cliente “totalmente engajado” gera receitas 36% maiores que um “ativamente desengajado”. Com isso, o instituto deduz que uma simples redução da base de ativamente desengajados de 45% para 40%, com consequente aumento dos totalmente engajados para 23%, representaria ganho extra de R$ 500 milhões em receitas anuais.

Símbolo
Neste sábado, o Templo da Boa Vontade (TBV) completa seu 17º aniversário. Conhecido também como Templo da Paz, constitui símbolo de ecumenismo, que a LBV preconiza. Segundo a Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal (Setur), o templo é o monumento mais visitado da capital brasileira, recebendo, anualmente, mais de 1 milhão de turistas. Desde 1 de outubro, o TBV tem sido palco de muitos eventos, como exposições fotográficas, apresentações musicais e cerimônias ecumênicas. O destaque é a inauguração do Memorial José de Paiva Netto, no dia 21, às 16 horas, em homenagem aos 50 anos de trabalho de Paiva Netto na Legião da Boa Vontade.

Da serra para SP
Já consagrada nos bares cariocas e mineiros, a cerveja premium Therezópolis Gold, da Cervejaria Teresópolis, será apresentada aos paulistanos neste sábado, em evento no Yatch Club Santo Amaro. Feita com receita dinamarquesa de 1912, a bebida leva na composição três tipos de lúpulo. A previsão da empresa é que, apenas no primeiro mês, sejam vendidas 25 mil garrafas de 600 ml, ao preço médio de R$ 8 cada. De acordo com o Sindicato das Cervejarias (Sindicerv), dos 9 bilhões de litros de cerveja vendidos no Brasil durante o ano passado, 500 milhões de litros foram de versões premium.

Nova direção
O presidente da Eletrobrás, Aloísio Vasconcelos, reuniu diretores e assessores próximos para anunciar que vai para o setor privado. Por via das dúvidas, era um dos mais entusiasmados na platéia do ato de Lula no Canecão, esta semana.

Peso
A partir desta sexta-feira, será obrigatória a venda de pão por peso. A Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip) se declara de acordo com essa forma de comercialização, que evita que desonestos comercializem o pão mais barato, porém mais leve – situação de explícito desrespeito ao consumidor e à concorrência.

Juros suíços
Financiamento a juros de 6% ao ano, sem exigência de garantia real. Não é sonho para empresas de inovação tecnológica e pode ser conferido no seminário “Recursos para inovação na empresa”, que a Protec realiza nesta segunda-feira no Rio de Janeiro, às 16h. Na pauta, ainda estarão temas como redução de Imposto de Renda e subvenção para inovações. As inscrições devem ser feitas no site www.protec.org.br.

“Share”
A Cultura Inglesa também vai ingressar no grupo de empresas que resolveu abrir o capital para captar recursos na Bolsa de Valores. Nos próximos meses, a instituição deve anunciar seu IPO (lançamento inicial de ação, na sigla em inglês). No momento, a empresa faz palestras internas para convencer seus próprios funcionários a serem os primeiros a aderir ao programa, tornando-se sócios da Cultura.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.