Lojas físicas que pretendem participar da Black Friday carioca aumentaram 76%

Rio de Janeiro / 08:22 - 16 de nov de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Pesquisa do Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-Rio) mostra que é de 76% o aumento de intenção das lojas físicas em participar da Black Friday, em relação ao ano passado. Mais de 80% dos 500 lojistas entrevistados acreditam que a promoção possa incrementar as vendas em até 3%, com oferecimento de descontos entre 30% e 80%. Eles acreditam que eletrodomésticos, eletrônicos/informática, smartphones e móveis serão os produtos mais procurados. Os homens com 54% e as mulheres com 46% são os que mais devem comprar. Segundo Aldo Gonçalves, presidente do CDL-Rio, o resultado das vendas de alguns produtos da promoção no ano passado igualou-se em alguns casos às vendas natalinas e a antecipação da data também é uma forma de atrair clientes em tempos de crise. - Numa época de dificuldade econômica, como a que estamos vivenciando atualmente no país, a Black Friday pode representar uma boa ferramenta de marketing e uma excelente oportunidade para oferecer promoções. Mas, devido à proximidade com o Natal, há um certo risco de afetar negativamente as vendas de fim de ano, principalmente se os descontos oferecidos forem muito atraentes, de tal modo que estimulem os consumidores a anteciparem suas compras das festas natalinas. A nosso ver, caberá a cada lojista saber avaliar e dosar os preços promocionais, dependendo do seu segmento e do seu público alvo, de forma a obter bons resultados sem prejudicar seu movimento nas lojas no período natalino - conclui Aldo.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor