Lucro da Du Pont sobe 18,9% no primeiro trimestre

Empresas / 14:22 - 26 de abr de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A empresa química norte-americana Du Pont registrou lucro líquido de US$ 1,22 bilhão no primeiro trimestre deste ano, o que representa alta de 18,9% ante o resultado de igual período de 2015. Na mesma base de comparação, a receita caiu 5,5%, para US$ 7,4 bilhões. Segundo a companhia, a receita sofreu impacto negativo de 4 pontos percentuais (pp) devido ao câmbio, além de uma redução de 2 pp devido a menores volumes de vendas. Por outro lado, os custos operacionais caíram 7%, o que ajudou a manter o lucro. “Fizemos progresso com nossas economias e planos de reestruturação e estamos no caminho para poupar US$ 730 milhões em 2016, o que inclui melhora significativa nos custos corporativos", diz Ed Breen, executivo-chefe da empresa. Para 2016, a empresa espera que o lucro operacional por ação fique na faixa entre US$ 3,05 e US$ 3,20, o que representa aumento de 10% a 16% em relação ao ano passado. Anteriormente, a empresa projetava lucro operacional entre US$ 2,95 e US$ 3,10 por ação.   Fusão   A DuPont espera que a revisão da Securities and Exchange Commission (SEC) sobre sua fusão com a Dow Chemical seja terminada até o final de junho. As duas companhias químicas concordaram em se combinar em uma fusão envolvendo ações em dezembro, acordo avaliado em US$ 130 bilhões naquele momento, em um primeiro passo antes da separação em três negócios distintos. “Estamos apostando na conclusão da transação por volta de outubro-novembro”, disse o presidente-executivo da DuPont, Edward Breen, em uma teleconferência. “Estamos muito bem em todas as documentações de jurisdições ao redor do mundo --na China, Europa, Brasil, obviamente nos Estados Unidos--, tudo está a caminho”, disse. A DuPont disse no mês passado que a divisão antitruste do Departamento de Justiça norte-americano requisitou informação adicional para avaliar a fusão. Breen não disse quando as companhias esperam que o Departamento de Justiça termine a revisão.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor