31.3 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Lucro do Itaú Unibanco só cresce 1% no trimestre

OPERAÇÕES DE TESOURARIA RECUARAM DE R$ 1,12 BILHÃO PARA R$ 268 MILHÕES
Lucro do Itaú Unibanco só cresce 1% no trimestre
Banco reduz previsão de crescimento do crédito de 11% a 14% para 8% a 11%.
O Itaú Unibanco registrou lucro líquido recorrente de R$ 3,62 bilhões no segundo trimestre, superior em apenas 1% em relação ao mesmo período de 2012 e de 3,1% em relação aos três primeiros meses de 2013.
O lucro líquido contábil ficou em R$ 3,58 bilhões, registrando avanço de 8,44% frente ao mesmo trimestre de 2012. Nos primeiros seis meses desse ano, o lucro totalizou R$ 7,1 bilhões, contra os R$ 6,73 bilhões na primeira metade do ano passado.

Carteira de crédito

Já a carteira de crédito somou R$ 467,51 milhões, avanço de 2,5% frente ao primeiro trimestre de 2013 e 8% em relação ao mesmo período do ano passado. Desconsiderando-se a carteira de veículos, o crescimento da carteira de crédito teria sido de 3,6% no trimestre e de 12,2% no período de 12 meses.
No segmento de pessoas físicas, tivemos como destaques os crescimentos nas carteiras de crédito consignado e imobiliário, com evoluções de 13,5% e 8,7% no trimestre e de 58,6% e 32,4% no período de 12 meses, respectivamente.
O segmento de pessoas jurídicas, sem considerar os títulos privados, apresentou crescimento de 2,7% no trimestre e de 7,5% no período de 12 meses.
A carteira de grandes empresas cresceu 4,5% em relação ao trimestre anterior e 15,8% nos últimos 12 meses, enquanto a carteira de micro, pequenas e médias empresas reduziu-se em 0,6% nesse segundo trimestre de 2013 e 5,7% em relação a junho de 2012.
Considerando-se as operações de títulos privados, o segmento de pessoas jurídicas apresentou crescimento de 2,7% em relação ao primeiro trimestre de 2013 e de 8,2% em relação a 2012.
Nas operações na América Latina cresceram 11,3% e alcançaram R$ 34,35 milhões. Em 12 meses, o crescimento foi de 37,8%. Desconsiderando-se o efeito da variação cambial, o crescimento dessa carteira teria sido de 1,2% em relação ao primeiro trimestre de 2013 e de 25,8% em 12 meses.

Ativos

Os ativos do banco somaram R$ 1,06 trilhão, com alta de 19% em relação ao mesmo período de 2012. A margem financeira, por sua vez, teve redução: a gerencial somou R$ 11,57 bilhões no trimestre, ante R$ 13,52 bilhões no mesmo período do ano anterior, com queda de 14,4%.
A taxa de inadimplência de 90 dias ficou em 4,2%, caindo 0,3 ponto percentual em relação ao trimestre anterior e um ponto percentual se comparado ao mesmo período do ano passado.

Revisão na previsão

Apesar da melhora no resultado, o cenário mais desafiador da economia levou o banco a revisar para baixo sua previsão para o crescimento da carteira de crédito. A previsão de crescimento da carteira de crédito do Itaú para 2013, que estava situada entre 11% e 14%, passou para 8% a 11%.
O banco manteve suas outras estimativas como crescimento de 15% a 18% nas receitas com prestação de serviços e resultado com seguros, previdência e capitalização e despesas com provisões para perdas com empréstimos de R$ 19 bilhões a R$ 22 bilhões.

Operações de tesouraria

Apesar do avanço do crédito e do recuo da inadimplência, o resultado foi afetado negativamente por piores resultados com as operações de tesouraria, que passaram de R$ 1,12 bilhão no segundo trimestre de 2012 para R$ 268 milhões no segundo trimestre deste ano, queda de 76,2%. A margem financeira com clientes também recuou na comparação anual e somou 11,305 bilhões, queda de 8,8%.
O spread de crédito líquido, que é a diferença entre os custos de captação e de empréstimo do banco menos os gastos com provisões para calotes, foi de 7,2% no segundo trimestre deste ano, ante 7,4% um ano antes.

Prestação de serviços

Numa estratégia seguida pelos bancos do país de focar em produtos de menores riscos, porém de menor rentabilidade, o Itaú Unibanco tem feito esforços para aumentar as receitas com prestação de serviços.
No segundo trimestre, esta linha avançou 24,4% ante o ano anterior, para R$ 5,39 bilhões, impulsionada pela aquisição das ações dos minoritários da empresa de cartões Redecard ao final de 2012. Segundo o Itaú Unibanco, desconsiderando esse efeito, o crescimento seria de 11,1%.
 

Artigo anteriorMenos venda e mais faturamento
Próximo artigoVidentes
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.