Lucro do setor de seguros deverá crescer este ano

A pandemia foi a principal responsável para a queda dos lucros das seguradoras, com diminuição da receita em alguns ramos. Para 2021, o analista Francisco Galiza, da Rating de Seguros, projeta recuperação, tanto de receita, como de margem de lucro. “Os números do setor devem acompanhar a recuperação econômica do país”, afirma o especialista.

Desde 2013, Galiza enxerga há quatro tendências:

– De 2013 a 2015, o lucro das empresas cresceu. Ainda reflexo de anos de crescimento econômico e taxas de juros mais elevadas.

– Em 2016 e 2017, o setor sentiu a queda de atividade econômica. Os juros também começaram a cair. Em consequência, a margem de lucro das seguradoras diminuiu.

– Em 2018 e 2019, apesar de juros mais baixos, a recuperação econômica (mesmo que ainda pequena) fez com que o lucro volte a se recuperar.

– Em 2020, a pandemia deu o tom.

Leia mais:

Seguradora da China tem US$ 87,9 bi em receita em 2020

Susep aprova avanços em Danos Massificados e Grandes Riscos

Artigos Relacionados

Mercados globais continuam receosos com aumento dos preços

Principais índices da Europa caíram devido ao movimento de alta dos yelds; Paris perdeu 0,24%.

Ibovespa futuro sobe no momento, mas com muita cautela

Bolsas globais recuam em meio a preocupações com a inflação nos EUA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.