26.4 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Luta

O número de casos de Aids entre mulheres brasileiras cresceu 16% em cinco anos. Quando a epidemia começou, no início dos anos 80, a proporção média era de 16 casos em homem para um em mulher. Hoje, a cada dois casos de Aids em homens, existe um em mulher. Seis portadoras do HIV serão homenageadas hoje pela primeira-dama, Marisa Letícia, por sua luta contra a doença. Dos 151 mil brasileiros em tratamento, estima-se que um terço sejam mulheres.

Amnésia petista
“O presidente quer manter as medidas provisórias porque deseja completar seu modelo econômico subordinado ao FMI sem submeter suas decisões ao Congresso. É o que pretende, por exemplo, com as anunciadas alterações no Banco Central e com a regulamentação do sistema financeiro, uma espécie de blindagem da economia para dificultar as mudanças de rumo do país em um futuro governo das atuais oposições.” As ácidas críticas não foram de autoria de integrantes do PSOL ou dos raros petistas autênticos que restaram de dois anos de governo do PT. Seu autor foi então líder da oposição, Lula.
A reconstituição da memória lulista deve-se ao do primeiro vice-líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PSDB-PR), que leu, na tribuna daquela Casa, discurso pronunciado por Lula, em fevereiro de 2001, no qual interpretava as razões do então presidente FH para editar um festival de medidas provisórias (MPs). Para o senador tucano, trocados os nomes, o texto de Lula se encaixaria à situação atual, especialmente sobre o desejo de blindagem do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

Catarse tucana
Depois de criticar a excessiva edição de MPs pelos atuais inquilinos do Planalto, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) criticou o presidente Lula por mudar de postura em relação a esse “artifício utilizado desde os tempos do decreto-lei no governo autoritário”: “Lula não pode se esquecer do que escreveu, sobretudo quando o próprio líder do governo nesta Casa, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), reconhece que o presidente extrapola na edição desnecessária de MPs.”
Pelo visto, depois de passar oito anos sendo comandado por um tucano que pediu para esquecerem tudo que escrevera, o PSDB decidiu reavivar a memória do presidente por tudo que falou.

Design social
Os telefones de tecla, que substituíram os de disco, foram um avanço na questão da inclusão social, principalmente para os portadores de deficiência. Essa questão e outras ligadas ao trabalhos dos desenhistas industriais serão debatidas, de 7 a 12 de dezembro, no Rio de Janeiro, na 3ª Conferência Internacional sobre Desenho Universal, promovida pela ONG Centro de Vida Independente (CVI -Rio), que assessorou a prefeitura carioca no projeto Rio Cidade.

Desburocratização
Estão abertas até o dia 31 de janeiro de 2005 as inscrições para o I Prêmio Nacional de Desburocratização Eletrônica FGV Projetos/Firjan. Com premiações para os governos federal, estaduais e municipais, o objetivo é reconhecer iniciativas que contribuíram para a redução da burocracia utilizando a Internet, para empresas e para cidadãos. Inscrições pelo site www.firjan.org.br/desburocratizacao

Enriquecido
O boato não é novo, mas ganhou força após a transformação da Eletronuclear em concessionária, saindo das asas de Furnas: José Drumond Saraiva, atual diretor Financeiro da Eletrobrás, deve ser guindado à presidência da estatal que controla Angra I e Angra II.

Artigo anteriorMuda até de camisa
Próximo artigoNo escuro
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.