Luxo

A convocação, pela Audi, dos proprietários do modelo A6 fabricados entre fevereiro de 2004 e março de 2005 para consertar um defeito no airbag, revela que 179 felizardos compraram o veículo – que sai pela bagatela de R$ 390 mil, ou 33 mensalões – no Brasil. Apesar de bafejados pelo espetáculo do crescimento, vão ter que passar pelo aborrecimento de mandar seus motoristas às concessionárias da marca de luxo para não correr o risco de ver o airbag abrir somente depois de ter batido com o rosto no pára-brisa.

Educação protesta
Os professores e servidores das universidades federais realizam nesta quarta, em Brasília, ato público “em defesa da educação pública e gratuita”. Representantes do movimento estão acampados na Esplanada dos Ministérios. Em greve há cerca de três meses, os professores atribuem a crise da educação brasileira “às políticas dos sucessivos governos federais que, priorizando os compromissos com o grande capital, deixam de aplicar os recursos necessários a ampliação e manutenção da educação pública e gratuita”.

Baixa prioridade
Os grevistas criticam ainda o governo Lula por optar “pela continuidade da política econômica neoliberal de superávit primário, juros altos, submissão à política ditada pelo FMI”, o que, acrescentam, os têm levado “a seguir no processo de resistência”: “Só este ano, o governo já gastou mais de R$ 123 bilhões com o pagamento das dívidas interna e externa e, até o final do ano, a perspectiva é que faça um superávit de mais de 6% do PIB, ultrapassando, e muito, as metas acertadas com o FMI. Essa política tem levado a que até mesmo membros do governo se assustem com o tamanho do aperto financeiro na área social do governo.”

Ruptura ou reforma
Uma revista de economia heterodoxa. É assim o lema da Oikos, publicação que lança o quarto número com uma palestra nesta quinta-feira do decano da UFRJ Carlos Lessa, que falará sobre “Em busca do desenvolvimento – ruptura ou reforma?”. Na edição, ensaios sobre temas como Amazônia, Celso Furtado, desenvolvimento, Ignácio Rangel, integração sul-americana, além de gravuras, charges, poesia e conto. A palestra será às 11h, na sala 219 (Auditório) do prédio do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro – Campus Praia Vermelha.

Segurança
“Ao contrário de uma fábrica, onde tudo sempre está no mesmo lugar, um canteiro de obras é dinâmico, está em permanente mudança, e isso exige cuidados especiais para garantir a segurança do trabalho” na construção civil, afirma Antônio Carlos Mendes Gomes, diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Rio de Janeiro. A entidade realiza no próximo dia 29, na sede do Seconci-Rio (Rua Pará, 141 – Praça da Bandeira), o XXIV Encontro de Saúde e Segurança no Trabalho. Junto ocorrerá a 1ª Feira de Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva para a Indústria da Construção.

Balada da ratazana
Um dos principais points da Zona Sul do Rio, o restaurante Hipódromo, no Baixo Gávea, recebeu, na noite de sábado, um visitante mais incômodo do que os clientes que insistem em ignorar a lei que proíbe fumar em ambientes fechados: um rato. Alheio à clientela o roedor circulou pelo salão do bar, provocando alvoroço, particularmente – mas não exclusivamente – na ala feminina.

Acordão?
Depois da pizza tríplice – tucano-pefelista-petista – servida na CPI da Compra de Votos, a decisão da CPI dos Bingos sobre a convocação ou não do ministro da Fazenda, Antônio Palocci, para falar sobre a República de Ribeirão Preto, deixará claro para a opinião pública a extensão do acordo costurado entre o PT e a “oposição” para restringir o alcance das investigações no Congresso Nacional.

Catarse
O enfrentamento do secretário do Tesouro Nacional, Joaquim Levy, pelo líder do PFL na Câmara, deputado Rodrigo Maia, lavou a alma dos que não suportam mais a arrogância da tecnocracia que, sem votos e enquistada no aparelho de Estado, se arvora o direito de desqualificar qualquer crítica desferida contra sua desastrosa política econômica, que, nos últimos 11 anos, condena o país a crescer pouco mais de 2% ao ano.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLíder
Próximo artigoMedíocre

Artigos Relacionados

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Lei determina que estatais respeitem interesse público

Acionistas da Petrobras sabem que ela tem obrigações e bônus por ser de economia mista.

Últimas Notícias

Ceciliano lidera mais uma frente em defesa do Rio

Governo Federal quer desviar térmicas para o Nordeste.

EUA: 3 em 4 mortes por Covid foram acima de 65 anos

Segundo relatório, óbitos pela doença no país equivalem a ataque de 11 de setembro todos os dias durante 336 dias.

China emite US$250,66 bilhões em títulos dos governos locais até abril

Os governos locais da China emitiram mais de 1,69 trilhão de yuans (cerca de US$ 250,66 bilhões) em títulos nos primeiros quatro meses deste ano, mostraram os dados do Ministério das Finanças nesta quarta-feira.

Produção da indústria satélite da China atinge US$ 69 bilhões

O valor total de produção da indústria chinesa de navegação e serviços de localização por satélite atingiu 469 bilhões de yuans (US$ 69,6 bilhões) em 2021, um aumento anual de 16,3%, de acordo com um livro branco da indústria divulgado na quarta-feira.

Flexibilidade aumenta conexão com a cultura da empresa

Política de benefícios adaptada aos modelos remotos permite que profissionais se sintam vistos, mesmo que fisicamente não sejam