27.9 C
Rio de Janeiro
sábado, janeiro 23, 2021

Luz no bolso

Vai sobrar para o bolso do motorista que trafega pela Dutra a conta da iluminação do trecho que vai do Trevo das Margaridas, no município do Rio, até a praça do pedágio em Seropédica – tudo no Estado do Rio. Como a obra – assim como tantas outras, apesar de necessárias – não foi incluída no contrato de concessão da rodovia, os 43km de iluminação vão significar aumento no já salgado pedágio (R$ 7,50 para automóveis, em cada praça). A ANTT e a Light iniciam um estudo de viabilidade para descobrir o custo – estimado pelos prefeitos das nove cidades favorecidas em R$ 16 milhões; o fornecimento de energia deve chegar a R$ 1 milhão por ano.

Duplo
O vice-governador do Rio e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, diz que a iluminação é fundamental para a segurança e revitalização da região. Pezão disse que a Baixada Fluminense também será contemplada com a duplicação da Dutra até Nova Iguaçu; a exigência original do contrato de concessão era de duplicação apenas até Belford Roxo.

Razão cínica
O ano mal começou e o presidente George Bush já larga como favorito para o troféu Óleo de Peroba por sua afirmação ao programa 60 Minutes de que “o povo iraquiano tem com o povo americano uma grande dívida de gratidão” e que “a maioria dos iraquianos expressa isso”.

Indústria
Por mais que se defenda punição aos motoristas que desrespeitam as leis do trânsito, fica difícil não chamar de indústria da multa o que ocorre no Rio de Janeiro. Apenas 4% do que a Prefeitura arrecadou com multas em 2006 foram utilizados em investimentos ligados ao trânsito. A parte do leão ficou para cobrir despesas correntes da Secretaria municipal de Trânsito. Em 2007, 42% do orçamento da secretaria virão do bolso dos motoristas multados; em 2006, a fatia foi maior: 62%, denuncia a vereadora tucana Andrea Gouvêa Vieira. “Esses recursos deveriam ser destinados à educação no trânsito, o que poderia diminuir o número de acidentes”, reclamou.

Piso
Os deputados estaduais fluminenses se reúnem nesta terça-feira, em sessão extraordinária, para votar em regime de urgência o projeto que reajusta em 15% os pisos salariais no estado para diversas categorias. Apesar da oposição das entidades patronais e de setores do próprio governo, o presidente da Assembléia Legislativa, Jorge Picciani, parece disposto a levar o projeto à aprovação.

Menos poluição
Entrou em operação, no Rio de Janeiro, no Centro de Tecnologia Mineral (Cetem), órgão de pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia, a primeira unidade Semi-Piloto de Biolixiviação (separação de substâncias), com controle computacional, que visa à redução de gases poluentes na extração do concentrado de cobre. Projetada por pesquisadores do próprio Cetem, a unidade usa bactérias nativas de ambientes ácidos. A Mineração Caraíba S/A, produtora de cobre no interior da Bahia, investiu R$ 130 mil na primeira fase do projeto.
Com a substituição gradativa do processo pirometalúrgico (queima de sulfetos de cobre) pelo bio-hidrometalúrgico (lixiviação bacteriana), a Caraíba pretende contribuir para minimizar a emissão de gases poluentes, que podem conter metais pesados, como cádmio, arsênio, mercúrio, bismuto e chumbo.

Artigo anteriorTucano deletado
Próximo artigoExaurido
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Incerteza da população ou dos mercados?

EUA e Reino Unido espalham suas expectativas para os demais países.

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.