Magalu compra plataforma multimídia

O Magazine Luiza comunicou aos seus acionistas e ao mercado em geral nesta quarta-feira que adquiriu a Nonsense Creations, LLC e da Pazos, Ottoni & Cia Ltda. (“Jovem Nerd”), a maior plataforma multimídia voltada para o público nerd e geek do país. Fundado em 2002, o Jovem Nerd produz conteúdo sobre diversos temas da cultura nerd, entre eles cinema, séries, games, história e ciência, e que vai ao ar em seus programas NerdCast, NerdOffice, NerdBunker, NerdPlayer e Nerdologia. Com mais de 5,5 milhões de inscritos em seus canais no Youtube, os programas já superaram a marca de 1 bilhão de views na plataforma. O valor da aquisição não foi informado pela varejista.

A referida aquisição foi realizada por uma empresa controlada pelo Magalu. A companhia manterá seus acionistas e o mercado em geral devidamente informados, nos termos da legislação aplicável”, destacou o comunicado assinado por Roberto Bellissimo Rodrigues Diretor Financeiro e de Relações com Investidores.

O Jovem Nerd também está presente nas principais redes sociais, com mais de 1,3 milhão de seguidores no Instagram e cerca de 3 milhões no Twitter. O Jovem Nerd foi um dos pioneiros na produção de podcast no Brasil com o lançamento do NerdCast em 2006. No ar há 15 anos, o NerdCast é um dos líderes em audiência e abriu as portas para o mercado publicitário no segmento por meio de branded content.

Em 2019, o NerdCast foi o primeiro podcast do Brasil — e o terceiro do mundo — a ultrapassar a marca de 1 bilhão de downloads. O conteúdo produzido pelo Jovem Nerd, tanto em formato de áudio, vídeo, texto e jogos, continuará sendo disponibilizado através dos canais atuais e a liberdade editorial da criação será mantida. Segundo o Magazine Luiza, adicionalmente, o conteúdo do Jovem Nerd será integrado ao SuperApp do Magalu, ampliando o seu alcance e aumentando o tempo de uso do aplicativo. Finalmente, com a aquisição, o Magalu expande ainda mais a sua audiência — que já conta com a CanalTech, o Steal the Look e o próprio Magalu – e aumenta o alcance e relevância do MagaluAds.

Resultados

No quarto trimestre de 2020, as vendas totais da Magalu, incluindo lojas físicas, e-commerce com estoque próprio (1P) e marketplace (3P) cresceram 66,1% para R$ 14,9 bilhões, reflexo do aumento de 120,7% no e-commerce total e de 15,7% nas lojas físicas (10,9% no conceito mesmas lojas).

O desempenho das vendas levou o Magalu a atingir, no 4T20, a maior participação de mercado para o trimestre desde a sua fundação, com uma expansão de 5,1 p.p. comparada com o 4T19, segundo a GFK. E-commerce continua em ritmo muito acelerado. No 4T20, o e-commerce formal brasileiro cresceu 32,2%, segundo o E-bit. O Magalu foi além, cresceu muito mais que o mercado, e consolidou a liderança no e-commerce formal.

No e-commerce com estoque próprio (1P), as vendas evoluíram 119,8% e o marketplace contribuiu com R$ 2,6 bilhões, crescendo 122,9%. “O forte ganho de marketshare foi impulsionado pela excelente performance do app, com 33 milhões de usuários ativos mensais. Também contribuíram a entrega mais rápida do varejo, a evolução do marketplace e o crescimento das novas categorias”, reportou o relatório do período.

Mesmo com a excelente performance das lojas físicas, o forte crescimento das vendas online refletiu em uma maior participação do e-commerce nas vendas totais – que passou de 48,0% no 4T19 para 63,8% no 4T20 – e, por consequência, a margem bruta ajustada diminuiu de 28,6% no 4T19 para 24,7% no 4T20.

Artigos Relacionados

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Pandemia puxa alta de US$ 26,7 tri das vendas  do e-commerce global

Porém empresas de plataformas de viagem tiveram queda acentuada com a Covid-19.

Cade quer adiar nova política de privacidade do WhatsApp

Órgãos públicos defendem, por exemplo, que os usuários não sejam proibidos de usar determinados recursos caso decidam não aderir à nova política.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.