Mais de 12 milhões de malwares foram bloqueados no trimestre

Número corresponde a aumento de 150% em relação ao trimestre anterior; mais de 400 golpes financeiros foram bloqueados por hora neste ano.

O dfndr enterprise, solução de cibersegurança baseada em Inteligência Artificial da PSafe, bloqueou no último trimestre mais de 12 milhões de ameaças de malwares no Brasil. O número representa um aumento de mais de 150% em relação ao trimestre anterior, que abrangeu os meses de abril, maio e junho. O dado é alarmante para empresas, principalmente pelo risco de vazamento de dados e ataques ransomwares.

Entre os principais tipos de malwares detectados estão o Data Stealler, que rouba dados dos usuários; Banker, que rouba credenciais bancárias ou de cartões de crédito; Ransomware, que sequestra e criptografa dados; e os malwares android, como o SMS Fraud, aplicativos que registram o celular em SMS pago, causando prejuízo financeiro; e o Fake Install, que são aplicativos falsos.

Para conseguirem atrair cada vez mais vítimas, os cibercriminosos sempre estão mudando a forma de praticarem seus crimes.

“Identificamos que uma das novas tentativas dos criminosos é por meio de aplicativos falsos, distribuídos em lojas de aplicativos alternativas. Esses falsos aplicativos oferecem gratuitamente benefícios que seriam pagos nos aplicativos oficiais, o que já deveria ser um alerta para o usuário”, diz O CEO da PSafe, Marco DeMello.

Nos 10 primeiros meses deste ano, a PSafe bloqueou mais de 3.4 milhões de golpes financeiros, o que representa uma média de mais de 11 mil por dia e de 400 por hora. Às vésperas da Black Friday e da implementação da quarta fase do open banking, que envolve dados sobre câmbio, serviço de credenciamento, investimento, seguros e previdência, o dado acende um alerta tanto para consumidores, quanto para empresas, devido ao risco de prejuízos financeiros incalculáveis.

“Temos visto uma engenharia social cada vez mais sofisticada e focada não apenas em pessoas físicas, mas principalmente nas empresas pelo alto poder lucrativo do golpe. Para atingir as empresas, focam nos colaboradores, atacando principalmente por meio de phishings e arquivos maliciosos cada vez mais convincentes de que são reais e com alto poder de fisgar vítimas. Somente neste ano, nossa empresa bloqueou mais de 30 milhões de phishings e, nos últimos três meses, mais de 12 milhões de ameaças de malwares no Brasil”, enfatiza Marco DeMello.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Receptores de TV pirata apreendidos transformados em minicomputadores

Receita entregará 3.000 receptores de TV pirata foram para o Ministério das Comunicações.

Despacho gratuito de bagagem em voos é aprovado no Senado

Senado confirmou o texto da Câmara: 23 Kg nos voos nacionais e 30 Kg nos internacionais.

TCU detecta meio bilhão irregular nas folhas de pagamento da União

Acumulação de cargos e desrespeito ao teto estão entre os problemas.

Últimas Notícias

Receptores de TV pirata apreendidos transformados em minicomputadores

Receita entregará 3.000 receptores de TV pirata foram para o Ministério das Comunicações.

Despacho gratuito de bagagem em voos é aprovado no Senado

Senado confirmou o texto da Câmara: 23 Kg nos voos nacionais e 30 Kg nos internacionais.

Petrobras Conexões: R$ 36 mi em investimento ao longo de três anos

Demandas atuais são para áreas como robótica, redução de carbono e tecnologias digitais

Potencial econômico da costa marinha brasileira

BNDES e Marinha começarão mapeando os litorais de RS, SC e PR

TSE autoriza ‘vaquinha virtual’ para financiar candidaturas

Utilização nas eleições deste ano está autorizada a partir do dia 15 de maio