Mais de 300 funcionários do Metrô de SP ganham acima do teto

Pouco menos de mil funcionários, cerca de 7% do quadro efetivo, fica com 30% da folha de pagamento da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô). Destes, 302 funcionários de alto escalão ganham salários acima do teto estadual, atualmente em R$ 23.048,59. Em doze meses, o montante gasto apenas com o excedente sobre o teto estadual chega a R$ 18 milhões.

Os dados foram obtidos pela reportagem da RBA por meio da Lei de Acesso à Informação. Entre junho e julho, alegando problemas financeiros, o Metrô chegou a cortar 10% dos salários dos trabalhadores, além de propor alterações no acordo coletivo de trabalho dos metroviários, reduzindo benefícios e direitos. A medida foi impedida pela mobilização da categoria.

O Metrô mantém 448 profissionais que ganham gratificação de função e 144 em cargos classificados como Ad Nutum, de livre provimento pelo governo paulista. De acordo com os metroviários, as gratificações de função chegam a R$ 8 mil por mês.

Se considerar todo o alto escalão da companhia, são quase R$ 300 milhões por ano, o que poderia pagar praticamente seis meses de salário do restante da categoria”, criticou à RBA o diretor da Federação Nacional dos Metroviários (Fenametro) Alex Santana Vieira.

A reportagem constatou que o Metrô sofreu prejuízo considerável por conta da pandemia de coronavírus, que levou à redução da circulação de pessoas na cidade de São Paulo. No primeiro semestre deste ano, o déficit chegou a R$ 903 milhões, 112% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

Artigos Relacionados

Multipropriedade imobiliária aposta na sofisticação do mercado

O mercado de multipropriedade imobiliária prepara-se para uma expansão em 2021. A modalidade já registra 120 empreendimentos no país e movimenta mais de R$...

Guedes: Vacinação em massa para garantir retomada

Na contramão do presidente Jair Bolsonaro. o ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu nesta segunda-feira  a vacinação em massa no Brasil. Ao anúncio dados...

Divulgada tabela de preços médios de combustíveis

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) divulgou nesta segunda-feira a nova tabela de Preços Médios Ponderados ao Consumidor Final (PMPF) de combustíveis em...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Omissão em documento laboral deve ser resolvida na Justiça do Trabalho

Decisão afasta ações contra o INSS por possíveis erros cometidos pelas empresas.

Biden retoma restrições a viajantes que chegam do Brasil

Medida também afetará quem não é cidadão norte-americano que viaje a partir do Reino Unido e África do Sul.

Ação contra McDonald’s já beneficiou mais de 3 mil trabalhadores

Justiça reconheceu direito a maior pagamento de participação nos resultados.

Ritmo de vacinação limita alta do PIB no Brasil a 3,5%

FGV acredita em retomada desigual no mundo, com melhora mais rápida nos países desenvolvidos.

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.