Mais que WTC

Todos os dias, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, mais de 4 mil crianças no mundo morrem por doenças causadas pela ingestão de água contaminada. Um quarto da população mundial não tem acesso a água potável.

Pobres franceses
O preço da passagem do metrô de Paris é de dar inveja a brasileiros. O trabalhador francês compra um bilhete semanal e anda quantas vezes quiser durante aquela semana. No Rio e em São Paulo, paga-se caro para ter direito a apenas uma viagem – e não há desconto para compra de bilhete múltiplo.

Taxi especial
O Rio de Janeiro terá primeira frota de táxis especiais do Brasil para transportar cadeirantes. O serviço terá a mesma tarifa dos táxis convencionais e poderá ser acionado por telefone. A Technobras, empresa nacional coligada ao grupo italiano Media in Progress, foi escolhida pela Cooperativa de Táxis Especiais do Rio de Janeiro para transformar os automóveis que irão transportar pessoas que utilizam cadeira de rodas.

Burocracia
O Procon-SP acredita que o consumidor precisa fazer uma única vez o pedido de conta telefônica detalhada para ter o direito ao serviço mensalmente. Já as companhias telefônicas defendem que o cliente tem que fazer a solicitação todo mês.

Apagão à vista
A mudança na forma de cobrança da telefonia – de pulso para minuto – já deixa preocupados alguns consumidores mais atentos. Não só pela grande probabilidade de aumento na conta; pesa também a lembrança da alteração da forma de fazer DDD, com a introdução do número da prestadora do serviço. Durante três dias o serviço telefônico ficou um caos.

Decolagem ministerial
Em nota divulgada quarta-feira e assinada por seu presidente, Carlos Lupi, a Executiva Nacional do PDT recomendou a seus deputados que votem contra a instalação da CPI do Apagão Aéreo. Embora reafirme que o partido continua considerando necessário investigar a grave crise do setor, que veio à tona com o acidente que vitimou a tripulação e os passageiros da Gol, o PDT alega que a CPI foi transformada em palanque eleitoral por PSDB e PFL. Ou seja, Lupi deve ser confirmando ministro da Previdência.

Siameses
Depois de Collor, o presidente Lula deve receber no Planalto o ex-presidente FH tão logo conclua a definição do ministério para o segundo mandato. A informação é do Blog do Rovai (http://revistaforum.uol.com.br/blogdorovai/destaque.asp) – segundo o qual tucanos sondados pelo Planalto teriam garantido que, se convidado, o ex-presidente toparia a conversa. A alegação para o bate-papo com o impopular tucano, segundo fonte não mencionada pelo blog, seria tentar obter uma trégua da oposição até o início da campanha para a eleição municipal de 2008. Os petistas alegam que esse prazo seria suficiente para  o PAC entrar em funcionamento. Aparentemente Lula aposta que, assim como FH conseguiu domesticá-lo e ao PT sob a alegação de garantir a governabilidade petista, ele lograria fazer o mesmo com o tucano.

Urnas
O episódio do caseiro – que detonou a república de Ribeirão Preto – tirou o prazer de os brasileiros poderem mostrar na urna seu contentamento com o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci. Isso, claro, se o executor da política econômica deixasse de lado a modéstia e fosse para a frente dos holofotes, como candidato à sucessão de Lula.

Mkt pessoal
“Sucesso e imagem pessoal – dicas para o dia-a-dia” é o tema da palestra que o professor de marketing pessoal Thomas Dourado fará próximo dia 27, às 19h30, na Livraria Da Conde (Rua Conde Bernadote 26/ lj 125, Leblon, RJ). Ao final do evento, o professor autografará o livro Mania de Mulher.

Empurrãozinho em vão
Com PIB antigo ou o neoPIB do IBGE, o Brasil de Lula continua na segunda divisão em relação aos demais países em desenvolvimento.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Os EUA lavam mais branco

Lavagem de dinheiro através de imóveis tem poucos obstáculos na pátria de Tio Sam.

Apagão já foi tragédia, volta como farsa

Modelo de mercantilização da energia é o culpado.

Volume de reservatórios pode cair a 6% em novembro

Quadro crítico poderá ser alcançado em 2 meses, mesmo com tarifaço.

Últimas Notícias

Condomínios do Rio podem exigir comprovante de vacinação

É recomendado que tal exigência seja aprovada em assembleia por maioria dos presentes

Agronegócio brasileiro ainda está amadurecendo tecnologicamente

Por Regina Teixeira – Especial para o Monitor Mercantil

Livro traz bastidores de aquisições de startups por grandes empresas

Livro: 'Saída de Mestre: estratégias para compra e venda de uma startup'

Plano de assinatura garante um smartphone novo todo ano

A parceria une o propósito da Samsung de trazer inovação a cada lançamento - desta vez oferecendo sua terceira geração de smartphones - e...

WhatsApp testa funcionalidade de indicação de negócios em SP

Por enquanto só São Paulo terá esse recurso