31.1 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Mais uma vez?

Relembrar a expulsão dos deputados do PT que votaram em Tancredo Neves, em 1984, ajudando a pôr fim à ditadura militar, foi a melhor contribuição que o presidente Lula deu aos que se opõem à proposta do governo de reduzir direitos previdenciários. Quase 20 anos depois, o atual presidente do partido, José Genoino, já admitiu ter sido esse um erro histórico, assim como a recusa do apoio do PMDB de Ulysses Guimarães à campanha de Lula no segundo turno de 1984. Pelo visto, a conclamação do ministro Antônio Palocci por erros novos ainda não foi bem compreendida pela cúpula petista.

Privatização
A Conab deveria investigar a depredação do prédio da Cibrazém, que fica na Avenida Rodrigues Alves, no bairro da Saúde, Zona Portuária do Rio de Janeiro. Segundo moradores do bairro, pessoas roubam telhas e equipamento do prédio. Além disso, reclamam de um insuportável cheiro que sai do prédio, de material queimado que se parece com borracha. Os moradores afirmam que é tanta fumaça que – há mais de um mês – que parece que há incêndio dentro do prédio.

Hondistas
Há décadas instalada no Brasil, a Honda reúne 564 concessionárias de motocicletas e um dado curioso. O número de trabalhadores dos integrantes da Associação Brasileira de Distribuidores Honda (Assohonda) é superior à população de 73% dos municípios brasileiros. De acordo com pesquisa da Assohonda, em julho de 2002, a rede de concessionárias de moto da marca tem cerca de 20 mil empregados diretos (71% homens e 29% mulheres) e, segundo o Censo 2000 do IBGE, somente 27% dos municípios do país têm mais de 20 mil habitantes.

Maracanã em duas rodas
Se incluídos os profissionais de vendas terceirizados, esse número cresce em 6.604 funcionários, elevando o universo da rede de concessionárias para uma população superior a 25 mil pessoas. Esses funcionários estão distribuídos numa área de cerca de 394 mil metros quadrados, equivalente a 47 Maracanãs e com média de cerca de  700 metros quadrados de área construída.

Reeleito
Luis Cesario Amaro da Silveira foi reeleito pelo terceiro mandato consecutivo, o presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer) para o período de 2003 a 2005. A nova diretoria foi eleita na Assembléia Geral Ordinária realizada nesta quarta-feira, às 11h, na sede da entidade em São Paulo.

Justiça
Quarta-feira, no Rio, respondendo a reivindicação da governadora Rosinha Garotinho, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a definição do local onde será construída uma refinara de petróleo levará em conta fatores técnicos e políticos. Acrescentou Lula que a reivindicação é justa, mas oito estados brasileiros também querem a obra. Só faltou lembrar ao presidente que o Rio é o estado que produz mais de 80% do petróleo produzido no país.

Novo velho
Embora o qualificativo de candidato apoiado pelo presidente Eduardo Duhalde não seja exatamente um estimulante, a passagem de Carlos Menem para o segundo turno das eleições para presidente da Argentina não deixa dúvidas. Na Argentina, é melhor ser Kirchner do que kitch.

Artigo anteriorQI
Próximo artigoBênção
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.