Maldade gratuita

O presidente em exercício da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Aristoteles Atheniense, buscou na propaganda oficial novo argumento contra a taxação de aposentados e pensionistas. Para Atheniense, os sucessivos recordes de arrecadação de impostos e superávits primários registrados pelo governo no primeiro semestre contrastam com “o esforço desmedido” da equipe econômica para taxar os servidores inativos: “O governo diz que a taxação dos inativos é fundamental para a Previdência Social e que sem esses recursos terá prejuízo extraordinário. Ao mesmo tempo, comemora uma arrecadação tributária recorde, mas não converte um tostão desses recursos para benefício do povo”, critica o presidente em exercício da OAB, que também considera a cobrança inconstitucional.

Filé
O presidente do Clube Militar, general Luiz Gonzaga Schroeder Lessa, enviou carta ao presidente Lula manifestando a preocupação dos militares com a sexta rodada de licitação de bacias para produção de petróleo. Schroeder – que integra o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), que teoricamente assessora Lula – lembra que o combustível “está com os seus dias contados”. “O consumo per capita está em galopante escala crescente e as novas descobertas não têm conseguido aumentar as disponibilidades das reservas, mas apenas repor o que está sendo consumido.”
O presidente do Clube Militar destaca que estarão em jogo áreas privilegiadas – o filé mignon – onde encontram-se reservas de 6,6 bilhões de barris de óleo. Essas áreas poderão ir para mãos estrangeiras ou, mesmo no caso da Petrobras ficar com elas, o petróleo ser exportado, deixando o país dependente num futuro próximo de um combustível que pode atingir o valor de US$ 100 por barril. O general manifesta a preocupação “face à intransigência da política governamental que teima em ceder a estrangeiros um bem finito, escasso” e finaliza dizendo que “a gravidade do momento exige a sua (de Lula) palavra”.

Digital
Uma empresa brasileira ficou em oitavo lugar nos testes para avaliar as melhores tecnologias de reconhecimento de impressões digitais do mundo feitos pelo National Institute of Standards and Technology (NIST), uma espécie de Inmetro do governo norte-americano. A Griaule Reconhecimento de Impressões Digitais, abrigada na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp, concorreu com 19 empresas e superou companhias do porte da gigante Raytheon.

Busca de diálogo
Servidores da saúde, educação e justiça estaduais realizarão hoje, às 10h, ato público em frente à Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A manifestação busca o apoio dos deputados para que intercedam junto à governadora Rosinha Garotinho pela abertura de negociações diretas com os sindicatos de servidores em campanha salarial. Além de reajuste salarial, eles reivindicam aumento das verbas de custeio, concurso público e convocação dos aprovados em concursos anteriores.

Quadro róseo
A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) recebeu ontem visita do representante residente no Brasil do Fundo Monetário Internacional (FMI), Alex Alier, acompanhado por outros três técnicos da instituição, em Washington (EUA). Eles solicitaram à Firjan uma avaliação do desempenho da economia brasileira. O quadro apresentado por Luciana de Sá, chefe da Assessoria de Pesquisas Econômicas (Aspec) da Firjan, foi favorável. A recuperação da economia estaria ocorrendo de forma mais generalizada nos diversos setores; no início do segundo semestre de 2003, apenas 25% dos setores acusavam alta da produção industrial, percentual que saltou para 82% em março deste ano. Resta saber se a realidade se enquadrará nessas previsões.

Quem ganha?
Quebra-cabeça financeiro: qual a relação entre o alerta contra supostos ataques terroristas nos Estados Unidos, a nova escalada dos preços internacionais do petróleo acima de US$ 40 e os US$ 5 trilhões movimentados diariamente nos mercados futuros de petróleo?

Primeira
A Petrobras se comprometeu a contratar 18 mil jovens aprendizes no período de três anos. As contratações, que significam investimento de R$ 37 milhões, são uma tentativa de fazer decolar o programa Primeiro Emprego.

Artigo anteriorMães
Próximo artigoSobe e desce
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Cortes poupam petroleiras e ‘bolsa refrigerante’

Para liberar auxílio emergencial, governo prejudica setores essenciais.

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Investimento chinês em pesquisa aumentará 7% ao ano até 2025

País divulga 14º Plano Quinquenal; desde 1953, PIB cresceu 1.232 vezes.

FMI: orçamento deve atender direitos das mulheres

No Egito, por exemplo, houve mais recursos para serviços públicos de creche.

Planos registram maior número de beneficiários desde dezembro de 2016

Dados de janeiro foram divulgados hoje pela ANS e confirmam tendência de crescimento no país.

MP-RJ pede júri popular para Flordelis e mais oito réus

Deputada é acusada de mandar matar o marido; 11 réus respondem ao processo, mas o MP pediu para não se pronunciar sobre dois deles.

Payroll de fevereiro surpreendeu positivamente as expectativas

Soma-se às surpresas a revisão no número anterior de 49k para 166k e, principalmente, a criação de vagas no setor privado em 465k.