Marcas chinesas de smartphones lideram mercado da África

A Transsion Holdings, uma fabricante de smartphones com sede na China, superou a Samsung no mercado africano, liderando com uma participação de unidades combinada de 44,3%, de acordo com o mais recente estudo da empresa de pesquisa global International Data Corporation (IDC), divulgado na terça-feira (8) em Nairóbi.

A IDC informou que a Transsion, que produz as marcas Tecno, Infinix e Itel, foi seguida pela Samsung e a Oppo com participações respectivas de 22,9% e 8,3%. As marcas da Transsion também dominaram o mercado de telefones de recursos, com uma participação de unidades combinada de 78,7%, seguida pela Nokia e a Stylo com participações respectivas de 8,1% e 1,7%.

Segundo a IDC, o mercado geral de celulares da África teve um crescimento anual de 14% no primeiro trimestre do ano, para 53,3 milhões de unidades. O mercado de smartphones do continente cresceu 16,8% no mesmo período, para 23,4 milhões de unidades, enquanto o mercado de telefones de recursos cresceu 11,9%, para 29,9 milhões de unidades.

“O aumento das especificações e atributos dos smartphones está elevando os preços, como comprovado pelo crescimento da faixa de preços de baixo custo”, detalhou Taher Abdel-Hameed, analista de pesquisa sênior da IDC. Todos os principais fornecedores, como Transsion, Samsung, Oppo e Xiaomi, lançaram novos modelos de recursos, faixas de preços de custo ultrabaixo inferior a 10.790 xelins (US$ 100).

“Esses modelos foram bem recebidos por canais e clientes, alimentando o crescimento da faixa de preços de baixo custo”, acrescentou. A faixa de preços de custo ultrabaixo – menos de US$ 100 – respondeu por 42% das remessas do mercado no primeiro trimestre de 2021, caindo dos 49,6% no mesmo período de 2020. O estudo afirma que a faixa de preços de baixo custo – US$ 100 a 200 – teve um aumento em sua participação de 35,2% para 43,3% de janeiro a março do ano.

O crescimento do mercado de smartphones foi estimulado pelo lançamento de vários novos modelos por fornecedores Android, de acordo com o estudo. Ramazan Yavuz, gerente de pesquisa sênior da IDC, disse que apesar da escassez de suprimentos que afeta os fornecedores de celulares, as grandes marcas conseguiram ampliar seus portfólios de modelos e promover um crescimento em suas remessas para a África durante o primeiro trimestre de 2021.

“Com programas de vacinação acelerados e economias lentamente recuperando a saúde no segundo semestre do ano, espera-se que a demanda dos consumidores aumente, ajudando os mercados de smartphones da região a se desenvolverem com base no crescimento observado no primeiro trimestre de 2021 durante o restante do ano”, acrescentou Yavuz.

De acordo com agência Xinhua, o estudo assinala que os grandes mercados de smartphones tiveram um bom desempenho durante o primeiro trimestre, com exceção da África do Sul, onde os principais fornecedores enfrentaram escassez de oferta e um ambiente econômico que impactou negativamente a demanda.

Leia também:

Banco Mundial projeta que China crescerá 8,5%, e Brasil, 4,5% em 2021

Artigos Relacionados

EUA anunciam doar 3 milhões de vacinas ao Brasil

Carregamento com imunizante Janssen partirá de Fort Lauderdale, na Flórida, na noite de hoje, com destino a Campinas.

EDP destaca a relação ‘forte’ entre o Portugal de EUA

A EDP (Energias de Portugal) vai aplicar mais de 9 bilhões de euros, do montante total destinado à transição energética, nos EUA, um dos...

Crescimento da indústria do Brasil é 13º do mundo

No primeiro trimestre, produção industrial do mundo avançou 12%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Vendas Club traz conteúdo exclusivo para todo o Brasil

Propósito é prestar serviço para profissionais se manterem atualizados sobre o cenário de vendas.

Imóveis comerciais: segmento deve reaquecer de forma gradual

Desaquecimento por imóveis comerciais ocorreu por causa do home office imposto pelas restrições sanitárias.

PADTEC HOLDING S.A. – FATO RELEVANTE – 24 de junho de 2021

Padtec apresenta informações adicionais sobre atraso na divulgação dos resultados do 1T21.

Juros em alta atrairão US$ 21 bilhões de capital especulativo

Banco Central melhora projeção de crescimento e ingresso de investimentos estrangeiros.

Alerj votará PL para assegurar correção salarial de servidores

Última reposição salarial para os servidores do estado foi em 2014.