Mata

Desde 18 de setembro até as 20h desta segunda-feira o trânsito já provocou a morte de 3.261 pessoas no país; outras 10.332 foram hospitalizadas. Os dados são do relógio virtual (www.chegadeacidentes.com.br) que estima a evolução da quantidade de vítimas. Esses acidentes correspondem a cerca de R$ 2,9 bilhões – o valor daria para construir 20km de trilhos de metrô em São Paulo, ou 58 hospitais de reabilitação, ou quase 83 mil casas populares. O Chega de Acidentes, movimento pela implantação de um Plano Nacional de Segurança Viária no Brasil, é integrado pelo Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi Brasil), Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) e Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), entre outras entidades.

P&D
Durante a sessão de abertura do VIII Encontro Nacional de Inovação Tecnológica (Enitec), em São Paulo, o secretário de Tecnologia Industrial do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Francelino Grando, anunciou a transformação da Secretaria de Tecnologia Industrial em Secretaria Nacional de Inovação. “A missão é agregar valor a processos e produtos visando à inserção competitiva do país em uma economia sustentável. No século XXI, a única possibilidade de desenvolvimento é a sustentável,” disse Grando.
O secretário, em nome do ministro Miguel Jorge, também defendeu a manutenção e o aprimoramento – com maior percentual para pesquisa e desenvolvimento – da Lei do Bem, prevista para terminar dia 31 de dezembro.

Prematuro
Para o Conselho Regional de Engenharia do Rio (Crea-RJ), é prematuro dizer que acidentes em trens da SuperVia foram motivados exclusivamente por vandalismo. O conselho já recebeu denúncias de falta de manutenção dos trens e pede que seja aprofundada a discussão sobre manutenção.

Xícara
A etapa de prova e escolha dos melhores lotes do 8º Concurso Estadual de Qualidade do Café de São Paulo será realizada nestas terça e quarta-feira. A seleção será feita em Santos. Os dez melhores lotes serão leiloados em 29 de outubro. Participam os cafés vencedores dos campeonatos regionais de 13 associações, cooperativas e sindicatos regionais.

Inverno
Quem dependeu da Claro ou da Vivo para acertar o relógio do aparelho de celular pelo Horário de Verão perdeu compromissos: diferentemente dos italianos da TIM, que fez o dever de casa, a operadora dos mexicanos e a dos espanhóis deixou na mão seus clientes que optam pela atualização automática de horário. Os usuários da Oi não tiveram esse problema: a operadora brasileira não oferece o serviço…

Sem foto
Os últimos acontecimentos envolvendo guerras entre traficantes e embates com a polícia do Rio de Janeiro devem ter se passado em Marte ou, então, marcam um novo paradigma dos “jornalões” da capital do estado. Diferentemente de todos episódios semelhantes – alguns até bem menos graves – ocorridos nos mandatos de outras administrações, desta vez, a foto do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), não compareceu à primeira página nem teve seu nome e responsabilidade sobre a segurança pública associados em nenhum momento aos lamentáveis acontecimentos. Vai ver, a culpa é do Brizola, do Garotinho, ou, quem sabe, do Chávez!

Questão gramatical
Se Cabral teve o desprazer de estar no Rio em final de semana tão violento – Paris, afinal, não é tão boa em outubro quanto em abril – pôde, pelo menos, contar com a cumplicidade também da televisão sobre a atuação da polícia estadual nos atentados realizados pelo tráfico. Sem ser questionado, apenas exibiu sua revolta; em seguida, o Jornal Nacional emplacou uma reportagem sobre as unidades de polícia pacificadora (UPP). Um advérbio fez toda a diferença: “As UPPs já foram implantadas em cinco favelas…”. Se fosse nos governos de Garotinho ou da Benedita, certamente o advérbio seria outro: “Apenas cinco das quase mil favelas do Rio…”

Século XXII
Ao ritmo de cinco UPPs a cada três anos, o carioca poderá sair às ruas com segurança daqui a 600 anos.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEles acreditam no Saci Pererê
Próximo artigoPatinho feio

Artigos Relacionados

Os EUA lavam mais branco

Lavagem de dinheiro através de imóveis tem poucos obstáculos na pátria de Tio Sam.

Apagão já foi tragédia, volta como farsa

Modelo de mercantilização da energia é o culpado.

Volume de reservatórios pode cair a 6% em novembro

Quadro crítico poderá ser alcançado em 2 meses, mesmo com tarifaço.

Últimas Notícias

Reforma do IR trará impacto negativo para o caixa das empresas

O projeto de reforma tributária do Imposto de Renda aprovado na Câmara no início de setembro merece atenção especial do setor produtivo. O alerta...

A paz é o caminho

Por Paulo Alonso.

Setor farmacêutico ganha aliado para agilizar contratações

Farmácias e drogarias passaram a integrar o aplicativo Closeer, responsável por conectar empresas e trabalhadores autônomos. Oportunidades de trabalho no segmento devem crescer até...

Taxa de desemprego entre os mais pobres é de 36%

Queda em renda indica aumento na desigualdade durante a pandemia; jovens já são 42% dos empregos temporários no primeiro semestre.