Medalhistas ganham ouro nas redes

Atleta olímpico brasileiro supera megainfluenciadores como Gil do Vigor.

O resultado esportivo e a satisfação pessoal dirigem os caminhos dos atletas olímpicos. Mas o destaque obtido nas quadras, tatames ou águas transborda para as redes sociais, e os ganhos anuais com publicidade podem chegar à casa dos milhões. As novas estrelas brasileiras alcançaram as médias de celebridades consideradas megainfluenciadoras, como ex-BBBs e até mesmo atletas de esportes mais populares, mostra análise da INFLR, startup especializada em marketing de influência, que avaliou os níveis de engajamento de alguns atletas no Instagram durante julho.

O melhor exemplo é do ponteiro Douglas Souza, da seleção masculina de vôlei. Mesmo com a medalha de ouro de 2016 no currículo, ele chegou à atual edição com pouco mais de 260 mil seguidores; sai com mais de 3 milhões. No Índice de Engajamento INFLR, Douglas apresentou um resultado de 7,66%, superando o ex-BBB e agora influenciador digital Gil do Vigor e o jogador de futebol Neymar. Gil tem mais de 14 milhões de seguidores, com resultado de 6,86% de engajamento, enquanto o jogador do PSG ultrapassa os 156 milhões de seguidores, mas com engajamento de 1,24%.

Neymar também é superado pela skatista e medalhista de prata Rayssa Leal (6,5 milhões de seguidores), que tem média de 6,45% de engajamento, e pela ginasta e ouro no salto Rebeca Andrade (2,2 milhões de seguidores), com 6,07%.

O diretor da INFLR Thiago Cavalcante calcula que para um influenciador digital considerado médio, que tem entre 500 mil e 2 milhões de seguidores, uma publicação patrocinada pode chegar a cerca de R$ 120 mil. “Dependendo do número de parcerias, eles podem faturar mais de R$ 1 milhão por ano só com os publiposts”, afirma.

 

Canelada

O episódio Nike x Peak só confirma que o futebol – ao menos o masculino – não tem espaço nos Jogos Olímpicos.

 

Rápidas

Rachel Ferreira Bonel, superintendente executiva de Dados, Privacidade e Planejamento Comercial da Icatu, integra o Conselho Deliberativo da Susep para a governança do processo de implementação do Sistema de Seguros Aberto (Open Insurance) *** O economista e fundador da 88i Seguradora.digital, Rodrigo Ventura, foi eleito representante das Seguradoras S4, que reúne as insurtechs do Sandbox no Conselho da Susep *** Questionar o desconhecido, para que não se tema o futuro, é um dos objetivos do “Muda Mundo: Transformando Sociedades”, evento do TEDx organizado pela PUCPR marcado para quarta-feira *** Nesta quinta-feira, a Associação dos Advogados Tributaristas do Pará e a Abradt apresentam o evento “Temas atuais de processo administrativo fiscal estadual: voto de qualidade, instância única e experiência de MG”, às 17h *** Ao longo de agosto, o Instituto dos Advogados do RS realizará uma série de eventos online alusivos ao aniversário de criação dos cursos jurídicos no Brasil. Nesta terça, às 19h, será uma homenagem ao Dia do Advogado.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Consertar este planeta

Por Paulo Márcio de Mello

‘A Mão e a Luva’

Por Mônica Gusmão

A Lei de Biossegurança em pauta no STF

Uso de transgênicos não é tarefa fácil. Qual será a medida menos onerosa para as futuras gerações?

Últimas Notícias

Lei de Melhoria do Ambiente de Negócios no Brasil

Por Letícia Luzia de Sousa Ramos e Renata Homem de Melo.

Para 48%, recém-formados são os mais afetados no mercado de trabalho

Pesquisa feita com mais de 9 mil pessoas descobriu que 25% fazem parte da Geração Nem Nem, que não trabalha nem estuda.

SP registra queda de 13% em mortes de trânsito ante setembro de 2020

Número de óbitos caiu de 455 em setembro do ano passado para 396 no mesmo período de 2021.