Melhor já ir se acostumando às vaias

Seria desonestidade debitar na conta do Governo Bolsonaro os sucessivos resultados ruins da economia, herança do Governo Temer. Mas o novo presidente não é inocente na história. O ministro Paulo Guedes aproveitou nove integrantes da equipe anterior. A (falta de) política econômica é, portanto, continuidade do que vem sendo feito no país desde 2015.

Agravante em relação ao passado, não há eleição nacional à vista, nem Guedes nutre qualquer interesse em se candidatar a algo, ao contrário de Henrique Meirelles. Temos agora o neoliberalismo radical puro, aquele que detonou a economia da Argentina, que não deu certo em lugar algum do planeta.

Meirelles ainda recorreu à liberação do saldo do FGTS (2017) e de recursos do PIS (2018) para movimentar a produção, logrando que o Brasil não voltasse, por pouco, à recessão. A fórmula do PIS está em estudos, o que mostra o desconforto do governo, já que tais expedientes não agradam Guedes. O que se tem é a constatação de que o país está à beira do abismo; o ministro pretende dar, não um, mas dois passos à frente.

 

Empurrão

Nova paralisação dos caminhoneiros, não descartada, serviria como pá de cal na (im)popularidade do governo. O aumento do diesel foi represado, mas será repassado mais cedo ou mais tarde.

 

Bolivarianos dos EUA

Excelente matéria do jornal espanhol El País revela que, no Brasil, apenas 12% da mão de obra está empregada no setor público (federal, estaduais e municipais). Dados da Organização para a Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE), a entidade que reúne as principais economias liberais do mundo, tão incensada pela equipe econômica tupiniquim, mostra que a média desses países é de 22%.

Nos Estados Unidos, a proporção é de 16,5%. Deve ser por isso que o mentor Olavo de Carvalho classifica os norte-americanos de socialistas.

A reportagem, que mostra que uma a cada três vagas no serviço público brasileiro está sem ocupante, quadro que deve se agravar com a reforma da Previdência, pode ser lida em brasil.elpais.com/brasil/2019/05/03/politica/1556841801_268689.html

 

Transformação digital

O CESAR, centro de inovação do Recife, lança um índice para avaliar a preparação de empresas dos mais diversos setores econômicos para a era digital. A ideia surgiu a partir da percepção de que muitos executivos ainda desconhecem o nível de maturidade digital de suas organizações. O indicador é composto de oito eixos: Pessoas e Cultura, Consumidores, Concorrência, Inovação, Processos, Modelos de Negócio, Dados e Tecnologias Habilitadoras.

A empresa pode ter a melhor tecnologia, mas isso só irá gerar a otimização. Para fazer a transformação digital é preciso pensar e agir de forma diferente. Hoje o mercado exige a entrega de uma experiência do consumidor muito mais engajadora com modelos de negócios que anteriormente não eram possíveis”, diz o chief design officer do CESAR, Eduardo Peixoto.

Qualquer pessoa pode realizar o diagnóstico de sua organização, bastando preencher o questionário disponível em transformacao.cesar.org.br

 

Atração

O Palácio Tiradentes, sede do Legislativo fluminense, completa 93 anos nesta segunda-feira. Ainda este mês o prédio inaugurará iluminação especial, resgatando o projeto feito por uma equipe francesa, a mesma que fez as luzes da Torre Eiffel e do Louvre.

 

Lote

Um dos presídios do complexo penitenciário de Bangu (RJ) está sendo reformado para receber uns 50 membros do município, inclusive alguns ilustres hóspedes.

 

Rápidas

Em 14 de maio, Michelle Fernandes, CEO da M2Trade, será uma das palestrantes da III Semana de Relações Internacionais da Universidade Veiga de Almeida, que acontece no campus Tijuca, no Rio. O tema discutido no evento será a presença feminina no comércio global *** A editora Alta Books acaba de lançar O que as Escolas de Negócios Não Ensinam: Insights sobre o Mundo Real de Gladiadores de Gestão, de José Salibi Neto e Sandro Magaldi *** A Novelis anunciou que Francisco Pires passará a exercer a função de presidente na América do Sul, efetivo em 3 de junho de 2019. Ele sucederá a Tadeu Nardocci, que assume o cargo global de vice-presidente senior e CMO *** O Grupo São Cristóvão Saúde está com oportunidades para profissionais com experiência para atuar em São Paulo. As vagas vão de supervisor(a) de teleatendimento a enfermeiro, fisioterapeuta, nutricionista e psicólogo. Mais informações: www.saocristovao.com.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Juntar 2 meses e meio de auxílio para comprar cesta básica

Não só a pandemia, mas inflação é ameaça às pretensões de Bolsonaro.

Se mirar Nordeste, Bolsonaro atingirá o próprio pé

Região tem menor média de casos e óbitos causados pela Covid.

Neodefensores do trabalhador ignoraram crise

Desemprego já era estratosférico em 2019, e apoiadores de Guedes nem ligavam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.