Mercado de carbono e uma economia mais limpa

O 20º Congresso Brasileiro do Agronegócio, uma realização da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), em parceria com a B3, a bolsa do Brasil, mostrará como o desenvolvimento do mercado do carbono verde no país é essencial nessa transição para uma economia mais limpa e como a atuação da cadeia do agro é primordial para contribuir nessa direção.

Com a expectativa de reunir milhares de profissionais no dia 2 de agosto, o evento online é considerado um dos mais relevantes do universo do agronegócio brasileiro e contará com as avaliações de importantes especialistas que tratarão do tema central Nosso Carbono é Verde. Eles estarão divididos em três painéis: Energia Limpa e Sustentável, Brasil Verde e Competitivo, O Futuro do Agro no Comércio Mundial para oferecer ponderações embasadas em anos de experiência e estudo, colaborando para ampliar o entendimento e a compreensão nos principais tópicos que norteiam cada temática. As inscrições para participar estão abertas, são gratuitas e podem ser feitas no site oficial.

O presidente do Conselho Diretor da ABAG, Marcello Brito afirmou em coletiva de imprensa promovida nesta quarta-feira, dia 21 de julho, que a escolha pelo tema não poderia ser diferente, com a maioria dos países debatendo o assunto e anunciando uma estruturação ou reestruturação de seus programas. “O evento trará uma prévia do que deve ser pauta na COP26.

As principais economias e empresas estão avançando na estruturação financeira e econômica baseada no carbono e no pagamento de serviços ambientais. É uma nova realidade econômica, que será relevante para nosso país. Temos a chance de ser protagonista, com a implementação de uma agenda agroambiental, dentro de um mercado robusto de carbono”, acrescentou.

“Há pouco mais de um ano, passamos a oferecer plataformas tanto para o registro como para a negociação de créditos de descarbonização, os CBIOs, que ajudam o setor a efetivar seus negócios e vem atraindo, ainda que em menor número, também investidores não obrigados pelo Renovabio. Vemos grande potencial de expansão para os produtos ou iniciativas que estejam alinhados a práticas sustentáveis. Além do CBIO, temos discutido a evolução do mercado voluntário de carbono e de que forma a B3 pode contribuir para ele, considerando a pré-disposição de diversos players de aperfeiçoar esse mercado no país”, afirma Fabio Zenaro, diretor de Produtos de Balcão e Novos Negócios da B3.

A programação do evento foi construída com o objetivo de ressaltar como o potencial do agro para liderar essa transição para uma economia limpa, em sinergia com a preservação ambiental, que impulsionará o mercado de carbono verde no país. Isso porque é preciso transformar o sistema de produção mundial, buscando caminhos disruptivos e sustentáveis para o desenvolvimento nacional e global. O agro brasileiro pode ter sua terceira safra, que é justamente a neutralização do carbono.

Leia também:

Três perguntas: IPOs de 2021, avaliação e perspectivas

Artigos Relacionados

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Previsão para dólar vai de R$ 4,80 a R$ 5,45

Moeda norte-americana subiu 4,7% em julho; Bolsa caiu 3,9%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...