Mercado doméstico à mercê do exterior

EUA e Europa no centro das atenções globais.

Esta quinta-feira se inicia com uma temperatura moderada nos mercados financeiros mundo afora. Os agentes econômicos esperam pelo resultado da inflação ao consumidor na maior potência do mundo – com predições de que o aumento de preços pode continuar ao longo do tempo, pressionando o Federal Reserve em sua respectiva política monetária. Não obstante, tem-se também a decisão do Banco Central Europeu seguido pela entrevista de Christine Largarde. Pode-se imaginar, portanto, que notícias estadunidenses e verbalizações no Velho Mundo ditarão os rumos dos ativos financeiros no Brasil. No entanto, é notório que a política nacional pode – e provavelmente irá – expressar seu peso em um dia marcado principalmente por indicadores e pronunciamentos de autoridades internacionais. Na Segunda Casa do Legislativo, por exemplo, o senador Marcos Rogério – que cuida da Medida Provisória referente à privatização da Eletrobras – afirmou que deve finalizar seu relatório até semana que vem, levando o texto para discussões no plenário. Já na Câmara dos Deputados o relator da reforma administrativa, Arthur Maia, diz ter incluído, via emenda, magistrados na PEC.

As Bolsas europeias e os índices futuros de Nova Iorque operam sem uma direção consolidada nesta quinta-feira. O índice de inflação ao consumidor nos EUA somado à decisão de política monetária do Banco Central Europeu guiam as animosidades e colocam os investidores em compasso de espera. Às 7h11, a Bolsa de Londres subia 0,40%, a de Frankfurt ganhava 0,21%, mas a de Paris caía 0,03%. Em paralelo, em solo norte-americano no mercado futuro às 07h08, o Dow Jones subia 0,24%, o S&P 500 ganhava 0,09%, mas o Nasdaq caía 0,21%. Por fim, do outro lado do globo, as Bolsas asiáticas encerraram o dia em alta. O índice acionário japonês Nikkei subiu 0,34% em Tóquio, enquanto o sul-coreano Kospi avançou 0,26% em Seul. Na China continental, o Xangai Composto se valorizou 0,54%. Em Hong Kong, Hang Seng teve perda marginal de 0,01%. Na Oceania, o S&P/ASX 200 avançou 0,44% em Sydney, ao nível inédito de 7.302,50 pontos.

.

Pedro Molizani

Trader Mesa Câmbio Travelex Bank

Artigos Relacionados

Urna eletrônica: TSE é acusado de ignorar a ciência

Ausência de um representante do Tribunal ao debate irritou deputados.

WePAD aproxima público das fraldas geriátricas Tena

Ação pretende ajudar consumidores a desmistificarem tabu para compra do produto.

Inflação persiste, mas economia evolui mais que o esperado

Ata da reunião do Copom da semana passada foi divulgada hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

MG lança consulta pública para concessão de rodovias

Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), abriu consulta pública para o processo de concessão dos dois primeiros...

Copom: ‘Retomada robusta da atividade’ no segundo semestre

Uma semana após a última reunião do Comitê de Política Econômica (Copom) que aumentou a taxa básica de juros, a Selic, em 0,75 ponto...

Urna eletrônica: TSE é acusado de ignorar a ciência

Ausência de um representante do Tribunal ao debate irritou deputados.

Comércio digital cresce e qualidade do emprego cai

Postos de trabalho precários são os mais criados.

TCU: Ferrovia Malha Oeste não presta serviço adequado

Falhas na fiscalização da ANTT permitiram degradação da linha.