Mercado interno segue cauteloso após fala de Bolsonaro

A sexta-feira amanhece com o mercado interno cauteloso, após o presidente da República, Jair Bolsonaro, ter reclamado do dólar alto no país e ter falado em tom de “ameaça” ao presidente da Petrobras, o que deve impactar na queda das ações da estatal no pregão de hoje. Porém, a alta do exterior pode amenizar as quedas na B3. Na Política, fica no radar a promessa do governo de apresentar o relatório da PEC Emergencial, que irá tratar do auxílio emergencial, até segunda-feira, gerando um alívio nos investidores, os quais estão muito preocupados com a política fiscal interna. Além disso, o presidente Jair Bolsonaro não comentou a prisão do deputado Daniel Silveira em sua live semanal e também não relatou que o Brasil superou 10 milhões de casos de Covid-19. No momento, o índice futuro do Ibovespa está caindo 0,68% e o dólar futuro está caindo 0,11%.

No exterior, as Bolsas europeias e os índices futuros de Nova Iorque estão subindo após os indicadores de atividade econômica da Zona do Euro. Estão no radar dos investidores o PMI, dados do setor imobiliário dos EUA e as falas de dirigentes do Federal Reserve (Banco Central dos EUA). Às 7h20, a Bolsa de Londres subia 0,03%, a de Frankfurt avançava 0,50% e a de Paris se valorizava 0,53%. No mercado futuro, o Dow Jones ganhava 0,21%, o S&P 500 subia 0,33%, enquanto o Nasdaq tinha alta de 0,40%. Entre os Treasuries, o rendimento da T-note de 2 anos aumentava a .0,1089%, o da T-note de 10 anos avançava a 1,3025% e o do T-bond de 30 anos subia a 2,0883%. O euro estava a US$ 1,2136, ante US$ 1,2095 no fim da tarde de ontem. Antes dos PMIs, a moeda única era negociada a US$ 1,2115. A libra estava a US$ 1,3999, de US$ 1,3976 no fim da tarde de ontem. Na Ásia, as Bolsas fecharam sem direção única. No Japão, o índice Nikkei caiu 0,72% em Tóquio. Na China continental, o Xangai Composto subiu 0,57%. Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve modesta alta de 0,16%, enquanto o sul-coreano Kospi se valorizou 0,68% em Seul. Na Oceania, o S&P/ASX 200 caiu 1,34% em Sydney. Às 7h20, o dólar caía a 105,35 ienes, ante 105,65 ienes no fim da tarde de ontem.

.

Equipe Travelex Bank

Leia mais:

PIB retraiu 4,0% em 2020

Refinaria Landulpho Alves foi vendida muito abaixo do valor real

Câmara pode confirmar prisão

Artigos Relacionados

Fundos têm captação líquida positiva de R$ 38,3 bi em fevereiro

Ibovespa teve desempenho negativo de 4,4% no mesmo mês.

Aumento de operações de IPO acirra discussão sobre alíquota do IR

Duas liminares em favor de contribuintes reduzem Imposto de Renda sobre ganhos em ações.

Mercado fica atento à PEC fiscal e aplicação de vacinas

Nesta segunda, IPC-S e IGP-M evidenciam nova alta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Lula livre. Até quando?

Jurista: Necessidade de proteger Moro e os procuradores da Lava Jato.

Produtividade na indústria cai com menor produção na pandemia

Para 2021, as perspectivas são melhores, em razão do início da vacinação da população.

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Ipea apontou avanço de 6,6% no trimestre móvel encerrado no primeiro mês de 2021.

Aumenta consumo de pornô por público feminino

Relatório de site de entretenimento adulto revela que 39% do acessos são de mulheres.

Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

Segundo Serasa, sociedades limitadas impulsionaram índice; comércio teve alta estimulada por Black Friday e festas de fim de ano.