Mercado nacional deve recuar hoje, após alta de 2% na sessão anterior

Com uma agenda internacional e nacional mais vazia, a terça-feira amanhece com os investidores focados na Reunião Anual de Primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, que tem evento hoje, onde participarão o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto e a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen. Na Bolsa, após o índice Ibovespa subir quase 2% ontem, a tendência é que o mercado interno se alinhe ao movimento em Nova Iorque e sofra correções no pregão de hoje. No mercado cambial, após o dólar cair ontem, espera-se que a moeda americana se valorize hoje ante o real, assim como está se fortalecendo em relação à maioria das moedas de países emergentes e exportadores de commodities. Na política, pesquisa da XP/Ipespe sobre a disputa presidencial de 2022 mostra que o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula (PT) permanecem tecnicamente empatados, com 28% dos votos a favor do atual presidente contra 29% do ex-presidente. Em um possível segundo-turno, Lula também segue numericamente à frente de Jair Bolsonaro. No momento, o índice futuro do Ibovespa está recuando 0,28% e o dólar futuro está em alta de 0,03%.

No exterior, os índices futuros das Bolsas de Nova Iorque estão operando em baixa nesta manhã, após as altas no pregão anterior. Já os juros dos treasuries operam mistos, com os juros de curto prazo em alta, o de médio prazo estável e o de longo prazo em baixa. Às 7h28, no mercado futuro, o Dow Jones caía 0,17%, o S&P 500 recuava 0,26% e o Nasdaq se desvalorizava 0,31%. O rendimento da T-note de dois anos subia a 0,172%, de 0,160% no fim da tarde de ontem, enquanto o da T-note de 10 anos estava em 1,703%, de 1,704% e o do T-bond de 30 anos recuava a 2,342%, de 2,353%. Na Europa, as Bolsas europeias estão subindo, com os investidores voltando do feriado de Páscoa apenas hoje. Às 7h25, a Bolsa de Londres subia 1,16%, a de Frankfurt avançava 0,94% e a de Paris se valorizava 0,51%. O euro era cotado a US$ 1,1808, de US$ 1,1812 no fim da tarde de ontem em NY. A libra estava em US$ 1,3831, de US$ 1,3906. Na Ásia, as Bolsas fecharam sem direção única. Em Tóquio, Nikkei terminou o dia em baixa de 1,30%, pressionado em especial por ações de montadoras, farmacêuticas e bancos. O sul-coreano Kospi subiu 0,20% em Seul. O mercado de Hong Kong permanece fechado devido a feriados. O Xangai Composto teve baixa de 0,04%. Na Oceania, a Bolsa de Sydney também voltou de feriados com alta de 0,84% do S&P/ASX 200 após notícia de que a Nova Zelândia vai começar a relaxar restrições para a entrada de turistas da Austrália. Nesta madrugada, o BC australiano, conhecido como RBA, decidiu manter seu juro básico na atual mínima histórica de 0,10%. Às 7h25, o dólar estava em 110,53 ienes, de 110,22 ienes no fim da tarde de ontem em Nova Iorque.

.

Equipe Travelex Bank

Leia também:

Mercado sinaliza realização em meio a discussões do Orçamento

Mercado nacional deve recuar hoje, após alta de 2% na sessão anterior

Artigos Relacionados

Brasil precisa de uma agenda positiva de reformas e concessões

Na opinião do economista João Beck, especialista em investimentos e um dos sócios da BRA, escritório credenciado da XP, se não tivesse havido uma política de estímulo financeiro na pandemia estaríamos em uma situação bem mais delicada.

Serviços: contração devido a isolamento afeta desempenho no trimestre

'Se houver um bom progresso contínuo na vacinação, poderemos ver tendência de redução mais perceptível nos números da Covid', diz analista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.