Mercados caem com PIB e produção aquém do esperado na China

Principais Bolsas da Europa fecharam em alta na última sexta-feira, em meio ao apetite pelo risco devido a balanços positivos nos EUA.

As principais Bolsas do continente europeu fecharam em alta na última sexta-feira, em meio ao apetite pelo risco devido aos balanços positivos nos EUA e indicadores econômicos acima do esperado. Dentro do Velho Continente, as exportações cresceram 0,3% em agosto e as importações, avançaram 1,6%, indicando aumento do consumo de bens importados por parte do bloco e culminando em um saldo da balança comercial de 4,8 bilhões de euros, ante expectativa de 16,1 bilhões de euros.

Os principais índices de Nova Iorque tiveram avanço, refletindo o apetite pelo risco oriundo dos bons números dos balanços corporativos e dados acima do esperado das vendas no varejo. O indicador ampliado teve alta de 0,7% em setembro, contra as projeções de queda de 0,2%. A cotação nos preços do petróleo também contribuiu para o avanço dos índices estadunidenses. A commodity energética teve alta de 1,19%, a US$ 82,28, no que diz respeito à sua referência cotada em Nova Iorque. O Brent também teve avanço, de 1,02%, cotado a US$ 84,86.

No Brasil, não obstante o avanço dos juros e do dólar, em dia de vencimento de opções, o Principal Índice da B3 e outras referências de renda variável fecharam em alta, fortemente influenciados pelo setor financeiro, como pode ser evidenciado pelo IFNC (índice de ativos ligados ao setor financeiro), fechando com alta 3,17%, impactado pelos resultados de bancos no exterior.

Hoje, os mercados asiáticos fecharam majoritariamente em queda mediante os dados aquém do esperado para o PIB e produção industrial. Mesmo que o varejo tenha superado as perspectivas do mercado, os outros indicadores impactaram mais o desempenho dos ativos no continente.

O minério de ferro em Singapura teve recuo, com redução de 0,33%, cotado a US$ 123,55.

Na Europa, os mercados operam em queda seguindo os dados ruins da China. Adicionalmente, ontem o diretor do BoE (o Banco Central da Inglaterra), Andrew Bailey, afirmou que pode haver elevação de juros para conter a inflação, tendo em vista o choque dos preços de energia.

Os futuros em Nova Iorque também operam em queda, seguindo o mesmo movimento das Bolsas asiáticas e europeias. As treasuries voltam para o patamar de 1,60, contribuindo para a queda dos futuros. Ao longo do dia, os investidores ficarão atentos aos dados de atividade econômica.

No Brasil, o Relatório Focus do BC mais uma vez evidenciou alta da inflação, pela 28ª vez seguida, agora ajustando o indicador para 8,69% para o fim do ano. O PIB teve revisão para baixo, saindo de 5,04% para 5,01%.

O BC fará oferta de 10 mil contratos de swap em leilão extra entre 9h30 e 9h40. Também haverá a oferta de 14 mil contratos de swap hoje para overhedge entre 10h30 e 10h40; e oferta até 15 mil contratos de swap para rolagem das 11h30 às 11h40.

Na política, o texto da PEC dos precatórios já está bem consolidado, deve ser aprovado na comissão especial nesta terça-feira e ir a plenário até quinta-feira, informou o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. As discussões em torno do Auxílio Brasil também ficarão no radar dos agentes.

Assim, o mercado interno tende a seguir seus pares globais, podendo ter efeito adicional oriundo da agenda política.

.

Matheus Jaconeli

Economista da Nova Futura Investimentos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Mercados caminham para fechar a semana do lado positivo

Bolsas e moedas são destaque, mas o que vale mais a pena ressaltar é a redução no juro futuro nos EUA.

FMI alerta sobre mais riscos negativos para economia global

Em abril, Fundo havia dito que o crescimento global desaceleraria de estimados 6,1% em 2021 para 3,6% em 2022 e 2023.

Últimas Notícias

B 3 lança novos produtos para negociação de estratégias de juros

Operações são estruturadas de contratos futuros de DI, DAP e FRC

JBS tem governança fraca, mas perfil de negócio forte

JBS tem governança fraca, mas perfil de negócio forte

Brasil corre risco de desabastecimento de diesel

Alerta foi feito inclusive pela direção da Petrobras

Lucros das empresas subiram 55% no primeiro trimestre

Em abril, quase metade das categorias de trabalhadores não conseguiu repor inflação.

PIB dos EUA cai mais que previsto, porém inflação perde ritmo

Recessão não está descartada, segundo analistas.