Mercados dão continuidade a movimento negativo visto desde ontem

Bolsas e commodities cedem, enquanto as curvas de juros dão um alívio; moedas são a exceção e avançam contra o dólar.

Os mercados dão continuidade ao movimento negativo visto desde ontem. Bolsas e commodities cedem, enquanto as curvas de juros dão um alívio (medo de recessão?); as moedas são a exceção e avançam contra o dólar. As idas e vindas dos mercados e a alta volatilidade realimenta a ideia de que vivemos um bear market rally na segunda-feira, quando os ativos têm tendências de baixa (bear market), mas experimentam períodos breves de alívio (rally).

Ontem em específico, pesou o fato de as ações da varejista de descontos Target terem derretido 25% depois de noticiar margens de lucro mais baixas. Os números vieram na esteira de custos mais altos com frete, salários e combustível, além de logística interrompida. Ou seja, a intersecção de vários desafios globais que temos discutindo.

O Walmart também cortou as suas estimativas de resultados na segunda-feira, culpando as tendências inflacionárias, e foi acompanhado pela Cisco ontem. A gigante de equipamentos de rede disse que a guerra na Ucrânia e os bloqueios na China atingiram em cheio as suas vendas. As ações caíram 12%, varrendo US$ 25 bilhões em valor de mercado.

Essas leituras setoriais importam por diferentes aspectos. Olhando para a renda variável, por sugerir novas revisões baixistas dos lucros projetados pelos analistas; se hoje o preço/lucro projetado do S&P 500 negocia a ±17,5x, um bom recuo desde as máximas recentes que poderia sugerir alguma compra, por outro é válido se perguntar o espaço para o encarecimento do múltiplo por menor confiança nos earnings.

Aos olhos macro, as companhias alimentam as visões sobre o começo da deterioração da economia real e do crescimento do PIB. Discutimos a possibilidade de o ciclo econômico global estar entrando em seu último estágio, o chamado late cycle: moderação do crescimento, aperto do crédito, pressão sobre lucros, redução das vendas e acúmulo de estoques. É nessa etapa que as incertezas e os anseios dos investidores se exacerbam, gerando volatilidade, exageros e narrativas de estagflação. Late cycle rima com seletividade… não rima, mas combina.

Por aqui, poucas novidades. O noticiário segue algumas novelas: (I) a dos reajustes aos servidores e de onde o governo vai tirar verba para prosseguir com a concessão (conta pode chegar a estimados R$ 15 bilhões juntando o extra dos policiais) e (II) as saídas buscadas por Brasília para aliviar o custo de combustíveis e energia para a população; a Câmara aprovou, ontem, projeto que define ambos como bens essenciais para limitar a alíquota de ICMS.

.

Marco Caruso (economista-chefe)

Eduardo Vilarim (economista)

Banco Original

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Mercado de trabalho nos próximos meses pode continuar frágil

Segundo especialistas, no segundo semestre, oportunidades poderão se concentrar no mercado de trabalho informal.

Acusações de palhaça e possível ação da CVM fazem ação da TC desabar

Papéis chegaram a recuar mais de 25% no pregão desta quinta-feira.

Últimas Notícias

Geladeiras devem exibir nova etiqueta de eficiência

Comércio varejista tem prazo até 30 de junho de 2023 para continuar vendendo os produtos com a etiqueta antiga.

Mercado pet deve crescer 14% em 2022

Chile é o país que mais importou produtos pets brasileiros no primeiro trimestre; setor prevê novas exportações neste ano.

FGTS vira moeda do governo para movimentar a economia

Atualização monetária das contas do Fundo não acontece e trabalhador continua no prejuízo.

EUA: tiroteio em escola bate maior número em 20 anos

Segundo relatório, houve apenas 23 incidentes com vítimas fatais durante o ano letivo de 2000/2001.

Bebidas Online busca captar R$ 2 milhões com pessoas físicas

Com crescimento projetado de 19% para 2022, startup de delivery de bebidas usará recursos nas áreas de marketing, desenvolvimento de produtos e expansão do time