Mercados futuros dos EUA ampliaram apostas de baixa contra o real

Fundos e especuladores que atuam nos mercados futuros dos Estados Unidos ampliaram suas apostas de baixa contra o real pela quinta semana consecutiva, maior sequência do tipo em quase um ano, mostraram dados da última sexta-feira (12). O real acumula baixa de 3,39% ante o dólar neste ano, e fica entre as dez divisas de pior desempenho em 2021, de acordo com dados da Refinitiv.

Números divulgados pela Commodity Futures Trading Commission (CFTC) apontaram que os fundos elevaram suas apostas contrárias ao real em 2.917 contratos, para 17.366 contratos, na semana até 9 de fevereiro, a maior posição vendida (aquela que ganha com a queda do preço de um ativo, no caso, o real) em dois meses.

Depois de despencar 22,7% em relação ao dólar no ano passado, muitos analistas esperavam que o real tivesse uma forte recuperação no começo deste ano, especialmente num momento em que o Banco Central caminha para sua primeira alta de juros desde 2015 em meio à inflação em alta, citou reportagem da Forbes Brasil.

Mas a segunda onda da pandemia, uma possível contração econômica no primeiro trimestre e o alto desemprego aumentou a pressão sobre o governo, que agora admite avaliar uma nova rodada de auxílio emergencial, ressaltou a publicação.

“Isso tem intensificado temores de investidores sobre as perspectivas fiscais e pesado na moeda, o que anulou o viés de alta para o real proveniente de expectativas de que o BC em breve começará a apertar a política monetária”.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse na semana passada que os altos níveis de volatilidade da moeda e prêmios de risco no Brasil são em grande parte devido às perspectivas fiscais preocupantes.

Da Redação com informações da Reuters

Leia mais:

Texto do marco regulatório das startups será votado dia 24

Westwing usará parte de valor captado no IPO em expansão

Artigos Relacionados

Brasil precisa de uma agenda positiva de reformas e concessões

Na opinião do economista João Beck, especialista em investimentos e um dos sócios da BRA, escritório credenciado da XP, se não tivesse havido uma política de estímulo financeiro na pandemia estaríamos em uma situação bem mais delicada.

Fitch publica atualização da metodologia de rating

A agência de classificação Fitch Ratings publicou a versão atualizada da Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência, este relatório substitui a metodologia...

Renner confirma oferta pública primária de ações

Em fato relevante nesta sexta-feira, o diretor de relações com investidores das Lojas Renner, Jorge Fontes Azevedo, confirmou que a varejista prepara oferta pública...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.