Mercados reagiram em alta

Bovespa encerrou o dia com alta de 1,84%, em 105.685 pontos, e com isso passou a acumular valorização positiva de 0,82% em 2022.

Ontem, tivemos dia positivo para os principais mercados do mundo, depois de um pouco mais de clareza sobre a atuação do Fed na política monetária ao longo dos próximos meses. Apesar de não determinar prazos, alguma pressa nos ajustes foi sinalizada.

A Bovespa encerrou o dia com alta de 1,84%, em 105.685 pontos, e com isso passou a acumular valorização positiva de 0,82% em 2022. O dólar terminou o dia em queda de 0,81% e moeda cotada em R$ 5,53. O Dow Jones reagiu no final e fechou com +0,11%, enquanto o Nasdaq registrou alta de 0,23%.

Hoje, os mercados da Ásia terminaram o dia majoritariamente com quedas, exceto Hong Kong, com alta de 1,11%. Europa operando com comportamento misto neste início de manhã, mas querendo reagir, e comportamento idêntico dos futuros do mercado americano. Aqui, foi positivo termos fechado na faixa de 105.600 pontos do Ibovespa, como tínhamos antecipado, mas a situação melhora mesmo se conseguirmos voltar ao patamar de 108.600 pontos, quando podemos ganhar maior tração.

No exterior, o FMI estima que a inflação americana vai ceder no segundo trimestre e James Bullard, do Fed de St. Louis, projeta inflação de 3% para o ano. O FMI também acredita que a nova onda da Covid-19 vai desacelerar a economia. Já a Nomura diz que a economia chinesa terá desempenho mais fraco e que o pior ainda está por vir, e isso tem impacto no Brasil, já que a China é nosso principal parceiro externo.

A Casa Branca falou muito sobre problemas na oferta mais forte e duradoura que o previsto de insumos, e dados do Livro Bege sinalizaram ainda mercado de trabalho apertado e salários em alta. Já o primeiro-ministro Boris Johnson, do Reino Unido, sofre ataques políticos por ter participado de festa no período que ele tinha estabelecido lockdown (confinamento).

O Banco Central Europeu (BCE) registrou que a atividade na zona do euro perdeu ímpeto com a Covid-19, mas o crescimento do ano será maior que 4%, atingindo estágio pré-pandemia neste trimestre. Mas, em compensação, a inflação não cairá tão rápido.

No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em Nova Iorque, mostrava alta de 0,17% (estava negativo), com o barril cotado a US$ 82,78. O euro era transacionado em alta para US$ 1,148 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,75%, em alta. O ouro e a prata tinham quedas na Comex, e commodities agrícolas com viés de queda na Bolsa de Chicago.

Aqui, os funcionários da Eletrobras acertaram greve para o próximo dia 17 por mudanças nos planos de saúde, e auditores da Receita Federal já entregaram mais de 1.200 cargos de confiança.

Na agenda mais branda do dia, teremos o IBGE anunciando o volume de serviços prestados em novembro, que pode ter alta de 0,1%. Nos EUA, a inflação medida pelo PPI (atacado), os pedidos de auxílio desemprego da semana anterior e discursos de dirigentes do Fed de Richmond e Chicago.

Expectativa para o dia de Bovespa mais fraca seguindo exterior (que já mostra alguma melhora), dólar podendo recuperar um pouco mesmo com fraqueza externa e juros em queda.

Ontem, o dia acabou sendo bem tranquilo em termos de mercados de risco, que conseguiram manter a tendência positiva desde o início da manhã. Isso, mesmo considerando alguns indicadores que poderiam mexer com os mercados e novas falas do presidente Bolsonaro. Mas o foco segue sendo a variante Ômicron, com larga contaminação e menor letalidade.

No exterior, o BC japonês (BoJ) melhorou sua avaliação de todas as nove regiões do país e, na Alemanha, os preços no atacado subiram 9,8% em 2021, na maior alta em quase 50 anos. Depois da falta de progresso nas discussões entre EUA e Rússia, agora a Rússia se reúne com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para discutir tensões com a Ucrânia.

Nos EUA, senadores democratas divulgaram novas sanções contra a Rússia. Lá, a inflação medida pelo CPI (consumidor) de dezembro foi de 0,5%, de previsão de +0,4% e o núcleo subiu 0,6%, de previsão de +0,5%. Com isso, a taxa de 2021 ficou em 7,0% (igual a prevista) e o núcleo em 5,5%, mas evidenciou a pressa do Fed em colocar ordem na casa. O presidente Joe Biden capitalizou dizendo que houve redução significativa da inflação mensal, mas que ainda têm muito trabalho a ser feito.

Loretta Mester, presidente do Fed de Cleveland, comemorou a volta da economia ao pleno emprego, concorda com rápida redução do balanço patrimonial do Fed, mas será importante não causar distúrbios nos mercados. Já o FMI disse que a inflação é problema para alguns países, mas que não é geral, e o ano de 2022 deve ter aumento de pedidos de financiamento ao Fundo.

Dados do Livro Bege americano (síntese da economia) indicaram atividade expandindo moderadamente, pressão em matérias primas e escassez de trabalhadores com salários em alta. Alguns distritos relataram aumentos de custos. Gastos dos consumidores mantendo expansão e gargalos na cadeia de suprimento retardam expansão.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anotou recorde de contágio pela variante Ômicron na última semana, com hospitalizações em menor ritmo e óbitos estáveis, mas falou em 15 milhões de contaminados na semana anterior. Já a Goldman Sachs reduziu sua projeção de crescimento da China por razão do Ômicron de 4,8% em 2022 para 4,3%.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em Nova Iorque mostrava nova e forte alta de 1,75%, com o barril cotado em US$ 82,64, depois de os estoques de óleo nos EUA terem encolhido na semana passada 4,55 milhões de barris. O euro era transacionado em forte alta para US$ 1,144 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,73%, em queda. O ouro e a prata com altas na Comex e commodities agrícolas com viés positivo na Bolsa de Chicago. O minério de ferro negociado em Qingdao, na China, com mais uma sessão de boa alta de 3,4% e tonelada em US$ 133,68. Com petróleo e o minério em alta, o mercado local esteve forte durante todo o dia.

No segmento doméstico, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) anunciou que as empresas captaram R$ 596 bilhões em 2021 (recorde), sendo R$ 128,1 bilhões em ações e R$ 253 bilhões em debêntures, duplicando o ano passado. O BC divulgou o fluxo cambial até o último dia 7 negativo em US$ 1,13 bilhão, com fluxo financeiro com saídas de US$ 987 milhões e comercial com – US$ 144 milhões. A posição cambial líquida observou contração para US$ 244,7 bilhões e as perdas com swap cambial no período montaram a R$ 555 milhões.

Jair Bolsonaro zerou alíquotas de importação de alguns produtos hospitalares e disse que não tem controle sobre preço dos combustíveis (sobre aumento de ontem da Petrobras). Também voltou a atacar membros do STF perguntando “quem eles pensam que são”, e sugeriu que a pandemia está acabando com o Ômicron, o que gerou questionamento da OMS de que Ômicron não é uma doença leve. Já o Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco) computou entrega de cerca de 1.288 cargos de auditores da Receita Federal.

No mercado, dia de queda do dólar seguindo o exterior fraco, com fechamento com -0,81% e moeda cotada a R$ 5,53.  Na Bovespa, na sessão do último dia 10, os investidores estrangeiros voltaram a alocar recursos no montante de R$ 678,5 milhões (todos os dias de 2022 positivos), acumulando em janeiro ingresso líquido de R$ 4,42 bilhões. No mercado acionário, dia de alta da Bolsa de Londres de 0,71%, Paris com +0,73% e Frankfurt com +0,37%. Madri e Milão também com altas de respectivamente 0,14% e 0,53%. No mercado americano, faltando cerca de meia hora para o encerramento, o Dow Jones mostrava -0,05% e Nasdaq com +0,24%. Na Bovespa, também meia hora antes, alta de 2,01% e índice em 105.869 pontos. Voltamos ao ponto de ser possível ganhar maior tração que comentávamos na abertura, na máxima de 105.800 pontos e liderança de Petrobras, JBS e Vale.

.

Alvaro Bandeira

Economista-chefe do Banco Digital Modalmais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

PBoC corta juros na China; futuros em NY tentam recuperação

Na agenda política, o mercado fica de olho nos acenos mais próximos do centro por Lula.

Bovespa sustenta alta com exterior mais fraco

Ontem, no fechamento, São Paulo registrou alta de 1,26%, com índice em 108.013 pontos.

Últimas Notícias

Electrolux lança desafio para arquitetos e designers de interiores

A Archademy, primeiro Market Network de Arquitetura e Design de Interiores do Brasil, abre inscrições para a edição do seu Archathon Electrolux 2022. O...

Gestão do Hopi Hari ganha na justiça e se mantém no parque

A gestão do Parque Temático Parque Hopi Hari acaba de obter decisão favorável, proferida pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, para...

Bancos chineses registram compra líquida de divisas em 2021

Os bancos chineses registraram uma compra líquida de divisas em 2021, pois a taxa de câmbio do iuan permaneceu geralmente estável e os fluxos...

RNI: Plano de negócio tem o melhor resultado dos últimos 7 anos

Prévia do 4T21 da construtora e incorporadora RNI, do grupo Empresas Rodobens, indica resultados superiores aos últimos sete anos. A empresa, que completou 30...

Chile quer renacionalizar cobre e bens públicos estratégicos

A campanha pela renacionalização do cobre e dos bens públicos estratégicos entregues às transnacionais durante o governo de Augusto Pinochet (1973-1990) tem sido impulsionada...