Mesa vazia

A maneira como a mídia trata a situação da Grécia está colocando as populações de outros países europeus contra os gregos. Mesmo na França, onde os meios de comunicação costumam ir além da superficialidade, o cidadão condena a Grécia por ter mentido e gastado além da capacidade. Ganham com isso os especuladores que lucraram alto com papéis gregos e estão dispostos a arrancar o último euro que aplicaram.
Relata um brasileiro em viagem a Paris que na Rue de La Huchette, ao lado do Rio Senna, o restaurante grego Mythos está vazio, enquanto seus vizinhos estão lotados.

Dúvida sobre a dívida
Nesta terça feira, às 14h, será entregue à Procuradoria Geral da República (SAF Sul Quadra 4 Conjunto C, Bloco B) o voto em separado da CPI da Dívida Pública, assinado por parlamentares que têm restrições ao relatório aprovado pela comissão. Esses parlamentares também vão entregar oito análises técnicas que apontam sérios indícios de ilegalidades, danos ao patrimônio público e aos direitos humanos encontrados nos documentos examinados pela CPI.

Atrás do ouro
O Rio de Janeiro recebe nesta quarta-feira uma delegação de 13 empresas canadenses da cidade de Calgary para um encontro com representantes da indústria de petróleo e gás. O encontro, na Firjan, reunirá Agência Nacional de Petróleo (ANP), Organização Nacional da Indústria e Petróleo (Onip), Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP) e BNDES, entre outros. Calgary é a capital da indústria petrolífera da província de Alberta, responsável por mais de 70% da produção de petróleo e gás do Canadá. Para quem estranhou a falta da Petrobras ao encontro: esta missão comercial é um desdobramento da visita de uma delegação de executivos da estatal, junto com outras empresas brasileiras, ao Canadá, em outubro do ano passado.

Descentralizar
Nilópolis já conta com uma delegacia regional da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja). Terceira da Baixada Fluminense e 13ª do estado, a unidade visa a atender rapidamente empreendedores e contadores dessas localidades e agilizar os processos de abertura e registro de empresas, desafogando o fluxo concentrado na sede da Jucerja. A delegacia funciona na Av. Mirandela 401 – Centro.

A praça é nossa
Dar chance de o trabalhador desempregado voltar ao mercado, trabalhando como zelador de praça, é o objetivo de projeto da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras da capital paulista. A idéia pode parecer, num primeiro momento, com criar o “mendigo com carteira assinada”, pois se destina quem está desempregado, não recebe seguro desemprego nem auxílio de programas sociais e tem renda familiar per capita de até meio salário mínimo. Ou seja, quem dificilmente conseguiria qualquer outro trabalho. O concurso é para preencher 200 vagas no Jabaquara, Lapa e Vila Mariana. Os selecionados receberão uma bolsa auxílio mensal de R$ 535,50.

Dependência
O Modelo Matrix, método que ajuda usuários de drogas e álcool a se absterem, será apresentado em curso, para profissionais que trabalham com dependentes químicos, pela psiquiatra Christiane Farentinos. “Esse método é uma possível saída para dependentes de crack e metanfetaminas”, conta a psiquiatra Analice Gigliotti, chefe do serviço de dependência química da Santa Casa, onde ocorrerá o curso. Inscrições até quarta-feira pelo telefone (21) 7830-3993.

Ultrapassada
O traçado na Serra das Araras não é o único trecho anacrônico da rodovia Dutra. A parte que corta a Baixada Fluminense está saturada, dias de semana e também sábados e domingos. No último final de semana, um show de comemoração de aniversário de uma rádio, no sentido São Paulo, e um acidente, no sentido Rio, causaram engarrafamentos de mais de 15km em ambos os sentidos.

Torcedor
“Lula apenas “torce” para o Corinthians e para que os juros não subam. O Banco Central (independente na prática) se atrasou no enfrentamento da crise e agora se antecipa na retomada da trajetória de alta das taxas de juros.” As críticas são do secretário-executivo do Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais (Clacso) e professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), Emir Sader.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVá de navio
Próximo artigoBaixa

Artigos Relacionados

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Lei determina que estatais respeitem interesse público

Acionistas da Petrobras sabem que ela tem obrigações e bônus por ser de economia mista.

Últimas Notícias

Português é o idioma mais procurado para trabalhos em NY

De acordo com o Instituto Camões, a língua portuguesa é a quarta mais falada no mundo, com 260 milhões de pessoas.

Metrô: Estação Presidente Vargas vai se chamar Saara

PL segue para segue para o governador Cláudio Castro, que tem 15 dias para sancionar ou vetar.

Mais um evento no Rio

Expectativa é receber cerca de mil empresas do setor de supermercados.

Check-up do acerto de contas com o Leão

Por Sandro Rodrigues